Dólar vai a R$ 4,12; especulação visa cofres do BC

Por Fernando Brito no TIJOLAÇO

“Deu zebra” no que era esperado hoje no mercado cambial.

Toda a lógica apontava numa queda expressiva do dólar, depois da explosão de sexta-feira. Hora, na linguagem do “mercado”, de “realizar lucros”, isto e, embolsar o que se ganhou na subida da moeda americana.

Só que não.

A abertura dos negócios até seguiu este roteiro ortodoxo, com a moeda americana baixando para R$ 4,08, mas a coisa acabou se invertendo e o dólar voltou a subir, passando até da marca dos R$ 4,12.

Todos de boca aberta esperando que, afinal, o BC faça chover dólar on mercado e não a “garoa” que promete.

O mercado financeiro, entenda quem já afinou (ou tentou, no meu caso) um violão, é uma corda que toca cada vez mais agudo e a gente sabe o que acontece com uma virada mais forte na cravelha.

O país está entregue à especulação, sem projetos e diretrizes para a economia real e isso, mais cedo do que tarde, leva ao desastre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *