Supremo manda PF à casa de general. O que eles sabem?

Por Fernando Brito no TIJOLAÇO

A “batida” da Polícia Federal na casa do General (da Reserva) Paulo Chagas, um notório militante da extrema-direita e herói dos “olavetes” revela a extensão da briga que, finalmente, o STF comprou com o pessoal que pretende fechá-lo com “um cabo e um soldado”.

O ministro Alexandre de Moraes, ordenou buscas em nove endereços, além do de Chagas, e só isso dá a medida do que virá por aí, na sequência da intervenção sobre o site que aqui se conhece como “O Bolsonarista”.

Acredite quem quiser que seja um inquérito contra “fake news”.

Só o fato de ter informações sobre uma conspiração explica o Supremo sair de sua contenção que, aliás, não se abalou quando a conspiração era contra outros poderes, como em 2016.

Não iriam agir assim apenas por conta de “tretas” de Twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *