Criticar é fácil até para quem não sabe votar

Carismática e comunicativa Daniella Tema está sendo muito bem aceita em Araioses, onde esteve no último dia 26 visitando vários povoados e a sede da cidade. Isso já está incomodando quem se considera dono dos votos e da vontade dos araiosenses

Tenho me deparado com cada publicação – áudios, vídeos e imagens nas redes sociais – que dá pena, pois me leva a reflexão de que estamos ainda muito atrasados politicamente.

Ouvi um áudio na voz de mulher, em que a tal ao fazer um comentário sobre uma publicação aqui sobre o relato que fiz sobre a visita da candidata a deputada estadual Daniella Tema nosso município onde diz que não devíamos votar “nesses candidatos que não são daqui” sem nenhuma justificativa para sua afirmação.

Como é que vamos votar em um candidato ou condita a deputado ou deputada, seja federal ou estadual, se nenhum dos que aqui tem domicílio eleitoral vão disputar o próximo pleito?

Ela não poderia esperar para fazer esse comentário – se for o caso – daqui há dois anos, nas eleições municipais?

Lógico, que todos os candidatos que chegarão aqui por eles próprios ou por prepostos não serão de Araioses e sim de outras cidades.

A mulher em questão sei quem é, mas seu nome aqui será omitido, porém na eleição de quatro anos atrás tínhamos um filho de Araioses, o atual vice-prefeito Manoel da Polo, que na época era vereador que foi candidato a deputado estadual, que embora bem votado não teve o voto da maioria dos araiosenses, como o de nossa amiga,por exemplo, pois a mesma estava na frente de batalha do Cacique de Santa Quitéria, que apresentou Max Barros, por sinal o mais votado naquele pleito e mesmo assim como outros, nunca defendeu os interesses de Araioses junto ao Governo do Estado.

Daniella Tema ainda não deu nenhum motivo para não acreditarmos que ela não merece nosso voto e que não honrará o mandato, que por certo receberá do povo maranhense, como também acredito que ela não deixará Araioses sem defesa.

Da mesma forma que não devemos escancarar nossa porta de entrada para quem não conhecemos, pelo mesmo motivo não devemos fechá-la para quem quer melhor nos conhecer e saber das nossas necessidades como tem sido o objetivo da jovem e bela candidata.

Antes de protagonizar a crítica fácil e injusta, melhor seria aprender votar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.