Manin Leal mente descaradamente em convenção de Roseana Sarney

Pouca gente e zero de animação do evento político de Manin Leal

O ex-prefeito de Santa Quitéria Manin Leal parece que ainda não assimilou o golpe que sofreu ontem (28) após o fracasso do evento político que ele realizou no Country Club de Araioses, onde apresentou seus candidatos a deputado estadual e federal.

Mesmo fazendo uma mídia nas redes sociais e carros de som o povo araiosense preferiu cuidar de outras coisas a ouvir suas baboseiras.

Hoje, na convenção de Roseana Sarney em São Luís, Manin Leal na falta do que dizer acusou o governador Flávio Dino de ser ditador e de ser o responsável pela sua prisão, fato ocorrido na manhã do dia 19 de abril deste ano, como foi publicado aqui.

Como é público e notório foi o Ministério Público do Estado do Maranhão (MPMA) e a Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor), que realizaram naquela manhã a operação conjunta que cumpriu mandados de busca e apreensão e de prisão temporária. A ação aconteceu simultaneamente nos municípios de São Luís e Santa Quitéria e Manin Leal só foi preso porque foram encontradas armas sem porte em seu poder.

Na ocasião ele não foi amarrado e muito menos foram praticados atos de violência contra sua esposa como em atitude tresloucada disse na convenção de sua afim.

Manin após o fracasso de seu ato político de ontem parece que está mesmo fora de rumo. Sua conversa por demais manjada não atraiu ninguém nem mesmo aqueles que gostam de aproveitar essas ocasiões para beber de graça.

Manin enganas-te uma vez, outra jamais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.