Flávio Dino diz que disputará eleição contra desejo de restauração do império de privilégios

Segundo Dino, a oligarquia nunca desistiu de ter de volta os privilégios de outrora, “eles acreditavam que o nosso governo ia fracassar, e que voltaria ao colo deles por inércia”.

Gilberto Lima – Em diálogo com a mídia alternativa brasileira, ocorrido na sede do Centro de Estudos Barão de Itararé, na tarde desta segunda-feira, o governador Flávio Dino fez uma análise da conjuntura política nacional e respondeu a uma série de perguntas dos jornalistas presentes.

Uma das questões foi em relação as eleições de outubro no Maranhão. De acordo com Flávio Dino, o pleito, provavelmente, será contra um desejo de restauração do império de privilégios representado pela suposta candidatura da ex-governadora Roseana.

“Será plebiscito do governo dos 99% contra os governos dos 1%. E eles são movidos por esse objetivo de acesso a fonte de riqueza, privilégios de casta, classes, que eles perderam e tem sentido falta”, disse o governador ao se referir a família Sarney.

Ainda segundo Dino, a oligarquia nunca desistiu de ter de volta os privilégios de outrora, “eles acreditavam que o nosso governo ia fracassar, e que voltaria ao colo deles por inércia”.

O governador disse que nunca houve trégua nenhuma, todos os dias, rigorosamente, o império midiático sarneyzista se dedica a atacá-lo. “Fake news não tem nada de novidade, a gente convive com isso todos os dias”, destacou.

Flávio Dino comentou também que a eleição de outubro será plebiscitária, entre o que foi feito nos últimos três anos e o que a oligarquia Sarney fez nos seus 50 anos de poder.

Ele explicou ainda que o campo político oligárquico se enfraqueceu porque o atual governo é bem avaliado e tem conseguido ampliar o arco de alianças. “Nesse momento o plebiscito me favorece”, completou Dino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *