TV Fantasma

Participei de uma reunião quarta-feira (16) no salão da prefeitura onde estavam presentes os professores Jaqueline Pimentel – secretário de Educação de Araioses, Agenor e Maria Alice do IFMA – Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Maranhão, Marcio Fernandes – chefe de Gabinete da Prefeitura e uma figura se disse representante de uma emissora de rádio e de uma televisão da cidade.

fantasmaA reunião era uma prévia da audiência pública do IFMA que iria ocorrer na sexta-feira, que devido a morte de Silvana Coelho foi adiado para sábado.

A rádio existe sim, pois tem licença para funcionar e fui eu que a colocou no ar, lhe dei nome, prestigio e audiência também.

Porém, a TV me intrigou, pois nunca ouvi falar que alguém tenha visto alguma programação dela, até porque hoje em dia são raras as casas em Araioses que não tenha uma parabólica de TV aberta e cresce muito o número de residências que têm as duas: aberta e TV paga. Mas, casas com TV sintonizada em programação por antena comum são muito poucas, raras como já disse e, mesmo assim, sintonizam as TVs de Parnaíba/PI. Daqui de Araioses ninguém vê nada.

Mas gosto de por as coisas a limpo e tão logo cheguei em casa foi procurar sintonizar a tal TV. Como já desconfiava não consegui sintonizar nenhum sinal dela, mesmo passando horas tentando isso.

Mas, aí me veio na lembrança que já tinha ouvido falado que anos atrás que essa TV conseguira verbas do DETRAN/MA, para divulgação de mídias de interesse da entidade que nunca foram ao ar.

A bem da verdade, só teve uma TV em Araioses que tinha uma boa audiência, que foi a TV da ex-prefeita Luciana Trinta que esteve no ar durante parte do tempo em que ela estava no governo. Porém, isso se deve ao fato de ter a frente dela profissionais de qualidade como Marco Júnior, Antonio Veras e Marcio Maranhão, que são do ramo e entendem do assunto, diferentemente da toupeira que de comunicação não entende nada que representa a TV Fantasma.

Creio que se alguém está patrocinando alguma coisa nessa TV é bom conferir se ela está no ar mesmo de verdade, se seu alcance vai além do quarteirão em que está situada a sua sede e o que é mais importante: verificar se alguém assiste mesmo alguma coisa nela.

Sei não, mas tá me parecendo que essa TV é quem nem as estradas fantasmas do governo Zé Reinaldo em que o dono da TV está enrolado nelas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.