Em Caxias, professores protestam contra Léo Coutinho e secretária de Educação

Servidores foram às ruas para protestar pelo que dizem ser ‘nove anos de massacre dos Coutinhos aos trabalhadores’.

No município maranhense de Caxias, o desfile cívico de 7 de Setembro, data em que se comemora a Independência do Brasil, durou pouco menos de duas horas, reuniu cerca de 800 pessoas, e foi marcado por manifestações pacíficas de trabalhadores da rede municipal de educação. A informação é do Portal Maranhão.

Professores protestam contra a administração de Léo Coutinho e de seu tio, Humberto Coutinho. Foto: Portal Maranhão

Professores protestam contra a administração de Léo Coutinho e de seu tio, Humberto Coutinho. Foto: Portal Maranhão

Insatisfeitos com a gestão do atual prefeito, Léo Coutinho (PCdoB), dezenas de professores aproveitaram a oportunidade para reivindicar por seus direitos que, segundo eles, não estariam sendo atendidos pela administração comunista.

Além de Léo Coutinho, a secretária de municipal de Educação, Silvia Carvalho, também foi alvo dos protestos. Mantida no cargo desde a gestão do ex-prefeito Humberto Coutinho, tio do atual prefeito, Silvia Carvalho é vista como ditadora pelos professores, sendo apontada como a principal responsável pelo descontentamento dos servidores da educação do município.

‘A surra que eu levei aqui durante a encenação é retratando o que o professor passa em sala. A secretária não dá condições dignas, [os professores] não têm salários dignos, e [ela] quer cobrar do professor o quê? [A secretária] não conhece a realidade da sala de aula. A volta dela é a volta do câncer em Caxias’, desabafou uma das professoras do município, utilizando um chicote para retratar o caos na educação de Caxias.

Professores protestam contra Léo Coutinho e secretária municipal, por melhorias na Educação de Caxias. Foto: Portal Maranhão

Professores protestam contra Léo Coutinho e secretária municipal, por melhorias na Educação de Caxias. Foto: Portal Maranhão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.