SINDSEPMA poderá pedir o bloqueio das verbas da prefeitura de Araioses.

Reunião aprova

Os funcionários da prefeitura araiosense pelo jeito, não vão ter uma virada de ano como gostariam. O 13º salário que era aguardado para ontem (20) saiu para uns e outros não. Os mais prejudicados são os professores, onde apenas alguns receberam a metade ou um terço do 13º salário. A grande maioria não recebeu nada.

Diante da situação a direção do SINDSEPMA convocou os sócios para uma reunião no final da tarde de hoje (21) na sede da entidade para saber deles sobre se deveria ou não pedir o bloqueio das verbas do município que estão nas contas e as que vão entrar até o dia 30, para garantir o pagamento dos servidores, uma vez que há o temor de que a prefeita, como não cumpriu com o pagamento do 13º salário, também não cumpra com o último vencimento do ano e de sua administração.

A situação parece não ser nada fácil. Segundo se pode apurar os recursos da prefeitura nas contas do Banco do Brasil seria na data de hoje um pouco mais de 300 mil reais, dinheiro esse que não dar para pagar o 13º e como os repasses do dia 30 são poucos, somando tudo ainda ficaria bem distante de cobrir toda a folha de pagamento.

Na avaliação de Arnaldo Machado, presidente do sindicato da categoria, a prefeitura precisaria dispor de pelos menos 2,5 milhões de reais para cobrir o que resta do 13º e o pagamento de dezembro.

Na reunião o pedido de bloqueio foi aprovado, mas o sindicato vai esperar até as 17 horas da próxima segunda-feira. Isso porque ainda segundo Arnaldo Machado ele teve a garantia do Luizão, irmão da prefeita Luciana Trinta que até lá o 13º será todo pago.

Essa informação os poucos presentes a reunião de hoje não acreditam que ela se concretize. Se não houver o pagamento como tudo indica não restará a direção do sindicato alternativa, que não seja pedir na justiça o bloqueio total das verbas da prefeitura o que significa dizer também, que ninguém receberá mais pagamento este ano.

Mas pelo menos o dinheiro que resta entrar ainda nessa gestão não poderá ser usado pela prefeita.

A coisa ficou mais ou menos como o dito popular: “Se correr o bicho pega se ficar o bicho come”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.