Policial estaria ligado apenas a crimes de agiotagem, diz delegada

Delegada geral da Polícia Civil revelou detalhes do inquérito do Caso Décio.

Segundo ela, policial federal estaria ligado apenas aos crimes de agiotagem.

Do G1 MA com informações da TV Mirante

O policial federal citado no inquérito sobre a morte do jornalista Décio Sá, ocorrida em abril deste ano, não teria ligação com o assassinato, segundo a delegada geral de Polícia Civil, Cristina Meneses.

A delegada afirmou que o policial deve ser investigado por suspeita de envolvimento com os casos de agiotagem praticados pela mesma quadrilha, que teria planejado o assassinato. Depois de quase cem dias de investigação, um relatório deve ser entregue à Justiça até a segunda semana de agosto.

As confissões do assassino Jhonatan Sousa acabarram revelando uma rede de agiotagem com atuação no Maranhão e no Piauí. De acordo com a polícia, a quadrilha emprestava dinheiro a políticos com juros bem altos e o pagamento era feito com recursos públicos.

As investigações ainda apontam para a participação de um policial federal. Quanto ao assassinato de Décio Sá, seis pessoas estão presas e ainda tem mais duas foragidas. A polícia considera o caso encerrado, tudo esclarecido. Mas em relação à rede de agiotagem, a delegada geral acredita na possibilidade de novos mandados de prisão, em um esquema que não dá pra medir o prejuízo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *