Quadrilha de fraudadores do INSS é desarticulada pela PF em Caxias

Suspeito teria sacado, nos últimos dois meses, 50 benefícios. Quadrilha agia havia dois anos.

Imirante.com

SÃO LUÍS – A Polícia Federal prendeu, na manhã de desta sexta-feira (30), na cidade de Caxias, um homem suspeito de coordenar uma quadrilha especializada em fraudes contra a Previdência Social. A operação se deu em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Justiça Federal.

O suspeito estava sendo investigado desde o fim de novembro do ano passado. Segundo a Polícia Federal, ele usava laranjas para sacar benefícios do salário-maternidade. Na última terça-feira (27), seis pessoas que estariam envolvidas no esquema também foram presas. Na ocasião, foram presas três falsas beneficiárias, logo após o saque dos salários-maternidade e três intermediários que eram responsáveis por arregimentar as mulheres e levá-las para realizar os saques.

O homem preso nesta sexta-feira, de acordo com investigações preliminares, era o responsável por organizar a documentação e realizar agendamentos para o saque dos salários-maternidade. Os documentos, encontrados com ele,indicam que, apenas nosmeses de fevereiro e março, foram sacados cerca de cinquenta benefícios fraudulentos, no valor de R$ 2.488 (dois mil quatrocentos e oitenta e oito reais) cada um.

As investigações apontam ainda que a quadrilha era especializada em fraudar o salário-maternidade, havia pelo menos dois anos. Há, ainda, informações de que eles aplicavam outros golpes contra o INSS, fraudando outros tipos de benefícios.

Apenas nos três primeiros meses de 2012, a Delegacia de Polícia Federal da cidade de Caxias prendeu 18 pessoas envolvidas em fraudes contra a Previdência Social.

Os presos serão indiciados nos crimes de formação de quadrilha, estelionato previdenciário, falsificação de documentos públicos e uso de documento público falso. As penas somadas podem atingir 22 anos de prisão.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.