Itamagu – Carnaval da prefeita é pão e circo

A prefeita Luciana Trinta vai torrar uma boa parte do dinheiro do araiosense no carnaval deste ano. Já está anunciando a presença de cinco bandas de fora para animar os foliões. Na Praça do Viva as barracas da SKIN já estão montadas mostrando, como em vezes anteriores, a preferência da prefeita pela marca.

No primeiro carnaval de seu desgoverno, ela tentou impor aos consumidores e aos barraqueiros o consumo exclusivo dessa marca de cerveja. Na época a Associação Comercial de Araioses entrou com um mandado de segurança na justiça e conseguiu impedir a medida restritiva. Agora com o desmonte da entidade a prefeita vai deitar e rolar.

A educação do município que sempre foi ruim agora na gestão da mulher está péssima, como nunca esteve. Na saúde é que o desmando e a inoperância é mais cruel ainda. Ao priorizar as festas, sempre trazendo banda de fora e fazendo muito barulho, a prefeita segue a máxima de que o povo gosta mesmo é de pão e circo. O resto não interessa e o povo que se exploda.

A prefeita não precisaria gastar tanto dinheiro para tão pouco. Bastava montar uma boa estrutura de som, ajudar os blocos e botar as bandas de Araioses para fazer o carnaval. Seria um carnaval do povo para o povo e o dinheiro gasta ficava em casa mesmo.

Infelizmente quando há outros interesses não tão aparentes em jogo isso não funciona.

 

Endereço errado

A Polícia Federal esteve recentemente em Araioses e entre as ações que tinham de por em prática aqui estava a de notificar o ex-prefeito Pedro Henrique sobre uma audiência que ele deve comparecer em São Luis. De uma das pessoas que o federal quis saber o endereço de PH recebeu como resposta que ele estava procurando a pessoa certa, mas na cidade errada.

“Moço, esse cidadão não mora aqui não. Alugou uma casa aqui mais é só para o período eleitoral. Ele mora mesmo é em Parnaíba, mas não sei lhe dizer o endereço não”.

Quem ficou sabendo da história está a se perguntar que tipo de coisa ele fez para ter que dar satisfação a PF. Talvez não seja no singular, pois comentam que é exatamente na área federal que o ex-prefeito mais se preocupa com relação ao seu futuro político, mais precisamente no momento que tiver de registrar sua candidatura a prefeito mais uma vez. Teme que os adversários entrem com um monte de pedido de impugnações.

Pelo menos um caso da área federal, que envolve recursos do FNDE, um dono de ônibus que transportou alunos na época que ele foi prefeito, já esteve na PF em São Luis para depor. Falam que nos cheques e demais documentações mostradas a ele lá, o dito cujo tinha recebido uma grana preta, na casa dos milhões. Porém nada pode ser feito contra ele, pois segundo se sabe os cheques em seu nome não foi ele que recebeu e as assinaturas atribuídas a ele eram falsas.

 

Cartel no gás

Durou apenas dois dias uma mídia na Rádio Santa Rosa FM em favor de um depósito de gás da cidade. Essa dizia que o valor de um botião de 13 kg custava 44 reais o mesmo preço que esse produto é vendido nos outros depósitos.

O que diferenciava o tal depósito dos outros no anúncio veiculado na emissora é que para os clientes cadastrados, no estabelecimento, esse produto sairia por dois reais a menos, ou seja, no valor de 42 reais. Tal desconto era como um bônus ou se preferirem como um vale gás.

Logo o gerente do deposito foi chamado as falas e teve que pedir a emissora que suspendesse a divulgação do aviso na rádio. Segundo apurou-se depois, os dois reais não seriam bancados pelo depósito e sim tirados da comissão do próprio gerente, sem prejuízo para os fornecedores.

Também se sabe que um botijão de gás está cheagando nos depósitos em Araioses por 37 reais, o que siguinifica dizer que estão ganhando muito com o lucro de 7 reais por cada volume, principalmente se levarmos em conta a grande demanda do produto.

Pelo jeito o consumidor não está tendo vantagem nenhuma pelo fato de o gás ser “tabelado” por cima. Na ausência do PROCOM é o MP que tem a obrigação de impedir esse abuso ao consumidor.

Pelo que se observa, cartel existe e as autoridades precisão tomar providências.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.