Revolução na Saúde do Maranhão: doentes ainda são carregados em rede

Blog do Luis Cardoso

A imagem acima foi feita recentemente na cidade de Marajá do Sena, uma daquelas pobres e esquecidas do mapa maranhense. Lá, como se observa na foto, doentes ainda andam carregados em redes por falta de ambulâncias e até mesmo de hospitais. Tem um simples posto de saúde.

Os recursos que chegam ao município pela verba do SUS são insuficientes para atender a demanda. A tão propagada revolução na saúde ainda não chegou até lá e nem a dezenas de cidades em que doentes sequer chegam vivos até as portas dos postos de saúde.

Esse é o quadro real do estado de saúde dos maranhenses desprezados e sem assistência do poder público. Essa é a imagem que nos envergonha.

2 pensou em “Revolução na Saúde do Maranhão: doentes ainda são carregados em rede

  1. Não dá para aceitar em pleno anos 2015 (no século 21 ou +) como se diz por aí. Nosso povo sofrido, e sofrendo os descasos do poder que não fazer poder (políticos que só fazer politicagem) que ainda socorre um paciente (doente) em uma tipóia (rede) sei que para essa comunidade a tempos atrás seria uma sena quase que normal mas apesar de muitos recursos que são destinados ao poder público para que o povo brasileiro tivesse um pouquinho de sobrevivência humana mais humana. Ainda esta semana assistir uma reportagem na tv que mostra a realidade do povo maranhense (Marajá do Sena) Pena que o povo ainda escolhe mal seus representantes. Um abraço, Gaspar

  2. O povo maranhence, sofre , mais de cabeça ,erguida sem ter do que se envergonhar. Mais temos promessa de Deus que vai ser um estado próspero. pra glória de Deus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.