Juiz federal marca audiência do processo de cassação de Roseana

Roseana Sarney

Blog do Jorge Vieira

O juiz federal Nelson Loureiro, integrante do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, marcou para o dia 27 próximo, às 9h, a audiência em que serão ouvidas as testemunha de defesa no processo de cassação da governadora Roseana Sarney (PMDB), por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2010.

Com a realização das oitivas, finalmente o processo de cassação de Roseana, por abuso de poder, começa a andar para um desfecho judicial. Entre as testemunhas arroladas estão os secretários de Saúde, Ricardo Murad (PMDB), e do Planejamento, Fábio Gondin

Além dos dois secretários, serão ouvidos também Roberval Cordeiro Silva, Remi Ribeiro Oliveira, Francisco Emiliano Ribeiro de Meneses, George Alan Ramalho Pereira, Benedito Bogea Buzar, Raimundo Nonato Carneiro Sobrinho, Sérgio Antonio Mesquita Macedo e Hildo Augusto Rocha Neto, todos testemunhas de defesa de Roseana Sarney e Washington Oliveira, já que a ação é proposta contra ambos.

Esta deve ser a última audiência do processo, pois o autor da ação, o ex-governador José Reinaldo Tavares, através de seu advogado, Rodrigo Lago, desistiu de ouvir suas testemunhas em função de toda a prova existente no processo ser documental.

A última audiência do processo aconteceu em Brasília, onde o ministro das Minas e Energia, Edson Lobão foi ouvido no dia 21 de setembro de 2011.

As testemunhas de Roseana eram para ser ouvidas no dia 29 de novembro de 2011, mas o juiz para o qual a carta de ordem do TSE foi encaminhada, Sérgio Muniz, cujo pai, Antônio Muniz, é secretário adjunto do governo de Roseana Sarney, resolveu adiar a audiência na ante-véspera, ao argumento de que faltavam alguns documentos necessários.

O adiamento da audiência foi interpretado pelos advogados do ex-governador José Reinaldo como mais uma manobra para retardar o processo em que Roseana é acusada, com forte prova documental, de ter usado toda a estrutura da administração do Estado para comprar lideranças políticas, prefeitos e presidentes de associações de moradores para garantir sua reeleição.

O certo é que após adiar a audiência do processo que pede a cassação de Roseana Sarney por abuso de poder, Sérgio Muniz foi reconduzido ao cargo de juiz eleitoral do TRE, por nomeação da presidente Dilma Roussef.

Como agora a carta de ordem do Tribunal Superior Eleitoral ( PET Nº 27311 – TRE/MA), foi redistribuída ao juiz federal Nelson Loureiro, a audiência foi designada, sem procrastinação. Resta saber agora qual será a manobra que a oligarquia usará para retardar a realização da audiência.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.