Desembargador se diz estupefato com ameaça de Manoel Ribeiro contra presidente do TJ

José Luiz Oliveira de Almeida
Desembargador do Tribunal de Justiça do MA

Desembargador José Luiz Almeida

Desembargador José Luiz Almeida

Causou-me estupefação, sinceramente, a reiteração da ameaça do Deputado Manoel Ribeiro de representar contra o Desembargador Jamil Gedeon, em face de não ter “respeitado” a Pec da Bengala.

A decisão do ilustrado Deputado de representar contra o presidente do TJ/MA é inusitada e causa estupefação, pois que, pela primeira vez na vida, desde que aprendi a discernir as coisas, vou assistir alguém ser “processado” porque tenha feito valer a Constituição do seu país.

E olha, eu já vi de tudo na vida!

Já vi culpado ser absolvido, e inocente ser condenado.

Já assisti a vitória da ignomínia e do embuste sobre a retidão e a nobreza de caráter.

Já vi pai desconhecendo filho, e filho desconhecendo pai.

Já vi a borrasca, e testemunhei a chegada da bonança.

Já noite virar dia, e dia virar noite.

Já testemunhei a verdade ser sobrepujada pela mentira.

Já senti dor lancinante, e prazer reconfortante.

Já senti saudade, partindo, e a alegria, chegando.

Já vi rico ficar pobre trabalhando, e pobre ficar rico apenas tripudiando.

Já vi filho desonrando pai, e pai abandonando filho.

Já vi sorrisos na tristeza e, contraditoriamente, prantos na alegria.

Repito, pois, que de tudo já vi um pouco.

Cada dia, no entanto, me surpreendo mais com a capacidade do ser humano de se superar no inusitado.

Apesar de tudo que já vivi e testemunhei, confesso, todavia, que é a primeira vez que vejo alguém ser ameaçado de representação por decidir cumprir a Constituição do seu país.

Não sei, sinceramente, onde vamos chegar.

Doravante, se a graça pega, qualquer um de nós que ousar, diante de uma antinomia, decidir pela aplicação de uma lei em face da outra, poderá ser representado por essa petulância.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.