Ponte do Balandro: secretário culpa empresa e diz que serão necessários mais R$ 600 mil

Com informações do Blog Bequimão Agora

Secretário Pedro Fernandes (Cidades)

O secretário Pedro Fernandes (Cidades) afirmou nesta terça-feira, 8, em entrevista à Rádio Mirante AM, de propriedade da família Sarney, que a responsável pelo abandono da obra de recuperação da ponte do Balandro, no município de Bequimão, é a empresa Makette Construções Ltda.

Segundo ele, ao tentar ficar os pilares para recuperar a ponte, a empresa teria encontrado dificuldade porque parte da estrutura da ponte velha, que desabou no rio Itapetininga, impediu o serviço.

Mas, o secretário não fez qualquer referência ao valor de R$ 254,5 mil repassados pelo governo à empresa sem que esta tivesse feito a obra.

Veja valor e data de pagamento feito pelo governo à Makette Construções pela obra da ponte do Balandro

Especialistas em Engenharia Civil ouvidos pelo blog asseguram que o serviço feito – tabuleiro para começar a fincar as estacas de concreto que sustentariam a estrutura – não justifica o valor já pago pela Secretaria de Cidades na gestão anterior do ex-prefeito de Pinheiro Filuca Mendes.

O governo de Roseana Sarney parece pouco interessado nisso. Pedro Fernandes informou que a secretaria vai cancelar o contrato com a Makette e já determinou a realização de nova licitação para a obra, no dia 28 de outubro. Adiantou que serão necessários cerca de R$ 600 mil para reconstruir a ponte. Resultado: a obra que deveria ser construída ao valor total de R$ 594,7 mil, custará ao contribuinte maranhense mais de R$ 850 mil. Como dizem os bequimãoenses tem muito caroço nesse angu. Com a palavra o Ministério Público Estadual.

Veja imagens da ponte:


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.