PMs e Bombeiros decidem suspender a greve por duas semanas

Blog do Luís Pablo

Em menos de 24h de greve, policiais militares e bombeiros decidiram hoje, 8, suspender a paralização.

A decisão foi tomada após uma comissão do movimento grevista se reunir na Assembleia Legislativa, a portas fechadas com alguns parlamentares.

Grevistas na frente da Assembleia Legislativa do Maranhão

Grevistas na frente da Assembleia Legislativa do Maranhão

Deputados, PMs e Bombeiros entraram em acordo e decidiram suspender a greve por duas semanas.

Nesse período, os deputados prometeram resolver o problema e estudar com o Governo do Estado a inclusão do aumento para as duas categorias no orçamento de 2012.

Abaixo as reivindicações dos policiais e bombeiros:

1 – Reposição das perdas salariais de 2009 a 2011; 30% mais TR (inflação acumulada do ano anterior) em cada ano de 2012 a 2015 previsto no PPA (proposta Plurianual); Cumprimento do Escalonamento transitado e julgado na 4ª. Vara de Fazenda;

2 – Fim do Regulamento Disciplinar do Exército (RDE) e implantação do Código de ética Profissional dos Policiais e Bombeiros Militares;

3 – Modificação dos critérios de promoção e reoorganização do quadro de oficiais e oficiais especialistas com o quadro de oficiais técnico complementar (QOTC);

4 – Definição da jornada de trabalho em 44 horas semanais, adicional noturno e pagamento da hora extra;

5 – Anístia a todos os participantes do movimento reivindicatório, inclusive as lideranças do movimento;

6 – Eleição do Comandante Geral da PM/BM em uma lista tríplice;

7 – Criação de uma comissão permanente de negociação, com a participação de todas as entidades militares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.