Arnaldo Melo transmite cargo de governador ao presidente do Tribunal de Justiça, Jamil Gedeon


Governador em exercício Jamil Gedeon recebe os cumprimentos do presidente da Assembleia, Arnaldo Melo


O presidente da Assembléia Legislativa, Arnaldo Melo, transmitiu o cargo de governador para o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ), desembargador Jamil de Miranda Gedeon Neto. A solenidade aconteceu na tarde desta quarta-feira (2), no gabinete do Palácio dos Leões, com a presença de autoridades, entre elas os secretários de Programas Especiais, João Alberto de Souza; chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva; e de Segurança Pública, Aluisio Mendes; e a desembargadora Cleonice Silva Freire, que assumiu interinamente a presidência do TJ.

Ao deixa o cargo, Arnaldo Melo mostrou-se satisfeito com a experiência. “Gostaria de agradecer a todos. Esses três dias à frente do Governo do Estado me fizeram conhecer melhor o funcionamento do Executivo, uma experiência de suma importância para a minha carreira como gestor público”, disse Arnaldo Melo.

Jamil Gedeon, depois assumir o governo, informou que permanecerá no cargo até a próxima segunda-feira (7), quando a governadora Roseana Sarney retornará ao comando do Executivo estadual. Ele disse ainda que assumir o governo é uma oportunidade ímpar. “O que nós podemos verificar é que há uma harmonia entre os poderes em benefício da sociedade. Isso significa que os poderes estão dando a sua contribuição para o desenvolvimento do Maranhão”, disse.

Gedeon declarou que cumprirá agenda governamental deixada por Roseana Sarney e que prestigiará também a agenda de compromissos do TJ. Nesta quinta-feira (3), ao lado da desembargadora Cleonice Freire, ele entregará, em Caxias – terceira mais antiga comarca do estado -, o novo Fórum Municipal. Na sexta-feira (4), o governador em exercício participará, em São Luís, da solenidade comemorativa aos 198 anos do Tribunal de Justiça.

“Manterei a agenda e as ações já programadas de governo e reforçaremos uma, que é a voltada para os centros de apoio às vítimas de crimes violentos, a partir de parcerias com o Ministério Público, Defensoria Pública e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA)”, declarou.

O secretário de Programas Especiais do Governo, João Alberto, destacou que o ato reflete a transparência que norteia o governo Roseana Sarney. “Hoje, assistimos o presidente do Tribunal de Justiça, Jamil Gedeon, assumindo como governador em exercício. Antes, estava aqui o presidente da Assembléia Legislativa, fato que revela a forma transparente de governar desta gestão e a integração entre os três poderes”, destacou João Alberto.

Na história do Maranhão, o último desembargador a assumir o Governo do Estado foi Emézio Araújo, em 1990. Da Assembléia Legislativa, já assumiram também os presidentes Ivar Saldanha, Antônio Carlos Braide, Manoel Ribeiro, João Evangelista, Marcelo Tavares e, recentemente, Arnaldo Melo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.