Preso no MA empresário acusado de matar caminhoneiro no PI



Helvécio dos Prazeres foi assassinado em maio de 2010 – Foto: Portal



Cidade Verde

Jornal Pequeno e Portal Cidade Verde

Foi preso no Maranhão o empresário Flábio Silva de Souza, de 55 anos, acusado de matar a tiros o caminhoneiro Helvécio Maia dos Prazeres, em maio de 2010, em Teresina (Piauí). Segundo a polícia, Flábio foi encontrado no povoado Galho Seco, em Vila Nova dos Martírios (a 685 quilômetros de São Luís), na manhã de ontem (30).

A prisão de Flábio ocorreu numa operação do Núcleo de Inteligência da polícia com a Delegacia de Entorpecentes e o 12º DP. Ele havia se disfarçado, pintando o cabelo de loiro.

O empresário foi transferido para Teresina ainda ontem e apresentado na manhã de hoje pelos delegados Ademar Canabrava, titular do 12º DP, e James Guerra (delegado geral).

Dois dias após o crime, ocorrido em 10 de maio de 2010, o empresário chegou a se apresentar na delegacia, mas fugiu logo em seguida e era considerado foragido desde então.

Na época, ele havia confessado que matou o caminhoneiro por engano, pensando ter sido o homem que matou um filho seu em acidente de trânsito.

Segundo o delegado Canabrava, o empresário foi preso por volta das 09h30 de ontem, na localidade Galho Seco na cidade de Vila Nova dos Martins, próximo a Imperatriz (MA).

A polícia apurou que o empresário já tinha estabelecido residência, havia arrendado um posto de combustíveis e estava construindo uma lanchonete no povoado Galho Seco.

Esta foi a quarta vez que a polícia do Piauí viajou a outros estados para dar cumprimento ao mandado de prisão contra o empresário.

Os policiais já haviam ido para Goiânia (GO), Imperatriz (MA) e interior do Pará.

“A polícia nunca se conformou com a fuga do empresário, e mesmo com a conclusão do inquérito as buscas continuaram. Nós vamos pedir ao juiz para que seja mantida a prisão preventiva até o julgamento do acusado, pois o risco de fuga é grande”, declarou o delegado geral James Guerra.

Flábio Silva de Souza fará, ainda hoje, exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) de Teresina e depois será encaminhado à Casa de Custódia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.