Inconformado com separação, homem mata ex-mulher com 15 golpes de faca

Jornal Pequeno

Um crime passional chocou os moradores do povoado Jenipaúba, em Guimarães, na noite do último domingo (23). Um homem identificado apenas como “Papo” matou a golpes de faca sua ex-mulher, Derly Raquel Silva, de 34 anos.
De acordo com a delegada Laura Amélia, da Delegacia Regional de Pinheiro, o crime aconteceu por volta das 21h30, quando a vítima, que era evangélica, retornava da igreja para casa. A mulher foi surpreendida pelo ex-marido em uma estrada e atingida com vários golpes de faca, morrendo ainda no local. Segundo a perícia, a vítima foi golpeada 15 vezes, sendo 12 facadas no tórax, uma no braço e duas nas costas.
A polícia acredita que o crime foi motivado pelo fato de acusado não se conformar com a separação do casal, ocorrida há menos de um mês. A delegada Laura Amélia informou que a vítima tinha outro companheiro, e que estava marcada para amanhã (26) uma audiência na Promotoria de Justiça para tratar de divisão de bens e outros problemas do casal. O acusado está sendo procurado pela polícia.

Caso semelhante em Codó – Na tarde de domingo (23), uma briga de casal terminou em morte. De acordo com a delegada plantonista Maria Tecla Cunha Costa, o pintor José da Silva Carvalho Júnior, de 32 anos, matou com um tiro no pescoço sua mulher Luciane Reis Silva, 19.
O crime aconteceu às 16h30, na residência do casal, na Rua da Estrela, Bairro do São Pedro, no município de Codó. De acordo com testemunhas, o casal, que convivia há três anos e tinha um filho, discutia constantemente. No entanto, o crime não foi praticado na presença do filho deles. Após o homicídio, o suspeito fugiu do local e até as 15h de ontem não havia sido preso. (Por Valquíria Ferreira)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.