Incêndio suspeito destrói Rádio e TV que faz oposição a prefeito




Blog do John Cutrim

A TV Líder de Vargem Grande teve os estúdios invadidos e os equipamentos incendiados por volta das 2h horas da madrugada de hoje. A emissora exerce uma linha jornalística de conteúdo fiscalizador e bastante crítico com relação à administração do prefeito sarneysista Miguel Rodrigues Fernandes. A suspeita é de que o incêndio tenha sido criminoso.
Segundo o proprietário da emissora, jornalista Toninho Abreu, há marcas de pés nas paredes, uma mesa de som teria sido arrancada e os equipamentos como câmeras e microfones foram juntados em um só local para facilitar a destruição. Os vizinhos da emissora ainda tentaram apagar o incêndio que consumia os equipamentos da repetidora da TV Record de Vargem Grande. A Polícia isolou a área e aguarda uma equipe técnica de São Luis para realizar perícia.
Outro dirigente do grupo de comunicação, o radialista Oneilson Abreu, reforçou as suspeitas de incêndio provocado e lembrou que a empresa sofreu uma tentativa de invasão quatro meses antes por um secretário municipal – fato que até agora, de acordo com ele, não teve resposta das autoridades. Oneilson lamentou que os 16 funcionários da empresa estejam sob ameaça de perder seus empregos e disse que vai denunciar o caso á polícia. “Agente vai procurar a polícia federal para que ela investigue esse crime e possa apontar quem mandou e quem fez esse ato de crueldade com a nossa emissora” declarou. (Com informações do Blog do Alexandre Pinheiro e do Thales Castro)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.