Genro da prefeita de Timon quer calar blogueiros

Blog do Luis Cardoso

Um sujeito casado com uma filha da prefeita de Timon, Socorro Waquim, não aceita que ninguem denuncie seus abusos. Funcionário em Teresina e estranhamente servidor do Tribunal de Justiça do Maranhão, o cara processa Luis Pablo, meu filho, estudante de jornalismo e blogueiro bastante acessado no Maranhão.
Pablo denunciou com fotos uma operação da Cemar para capar um “gato” que teria sido encontrado na área da frente da residência do sujeito. Ele entrou com um processo criminal contra o blogueiro.
Amanhã estaremos em Timon porque na terça-feira será a primeira audiência na Comarca daquela cidade. Estranho que a Cemar, autora da operação, não tenha se manifestado até agora para confirmar ou não a existência do ”gato” na residência do cara.
Antes de seguirmos para Timon (pai e filho) pediremos toda a proteção policial, pois existem informações de que o sujeito é metido a violento e costuma usar a autoridade da sogra para intimidar as pessoas.
A Cemar, lamentavelmente, não fornece as contas da residência dos últimos seis meses. Também, púdera, comentam que a conta estaria em nome do sogro do sujeito, o deputado federal Professor Waquim, acusado por diversas vezes pela prática de crime de pedofilia na cidade de Timon.
A Cemar bem que poderia mostrar que não tem ligações de obediência com a prefeita e o marido deputado federal, confirmando ou não a existência da operação e o que fazia cavando em frente da residência do sujeito, após receber denúncias de que algum bichano miava no local.
O deputado estadual Luciano Lietoa confirmou para Luis Pablo que a oiperação de fato existiu, mas nunca usou a tribuna da Assembleia Legislativa para denunciar o ilícito. Aí nenhuma surpresa, considerando que ele agora virou aliado do Palácio dos Leões, que sempre protegeu a família Waquim. Uma lástima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.