“O Filme dos Espíritos” é o mais assistido entre as produções nacionais


Rede Boa Nova

Está em cartaz, nos cinemas em todo o Brasil, “O Filme dos Espíritos”. O longa apresenta um roteiro inspirado na primeira das obras de Allan Kardec, “O Livro dos Espíritos” e, de forma emocionante remete o espectador à reflexão sobre os desafios da vida. Toda a renda adquirida com a venda dos ingressos será repassada às Casas André Luiz para a construção de novos ambulatórios, dentro da instituição que, atualmente, atende mais de 1.400 pacientes.
Com cerca de 130 mil espectadores,”O Filme dos Espíritos” que estreou no dia 7 de outubro, em circuito nacional, está entre os dez filmes mais assistidos, somente na primeira semana em cartaz, com um público de 75 mil pessoas. O que o coloca na liderança das produções nacionais mais vistas.
Durante a avant-première que aconteceu Shopping Pátio Paulista, em São Paulo estiveram presentes grande parte do elenco, além de representes da Fundação Espíritia André Luiz, o Conselho Deliberativo das Casas André Luiz, Dirigentes de instituições espíritas, bem como parceiros e imprensa.
A equipe de reportagem da Rádio Boa Nova falou com alguns célebres colaboradores de O Filme dos Espíritos, como o diretor André Marouço que se mostrou confiante no sucesso de filme. Segundo André, o cinema brasileiro ainda encontra dificuldades no que se refere a produção, seja na parte técnica, cênica ou patrocínio. Porém, já está muito melhor do que na década de 1990 e, em se tratando de “O Filme dos Espíritos”, André Marouço afirma estar esperançoso com a boa fase do cinema nacional e a emocionante história do filme: “O filme dos Espíritos não tem a intenção de doutrinar o público, mas de proporcionar paz e harmonia, além de conduzir à relfexão sobre os desafios do dia a dia… De forma geral, o file possui a temática espírita e esta, veio para ficar, as mesas girantes no início das comunicações espíritas, foram susbtituídas por ´câmeras e microfones´ “, afirma.
O ator Warley Sananta, que interpreta “Augusto” um maquiador de “defuntos”, apresentou seu personagem como cômico, porém com o objetivo de tornar natural e leve o tema que ainda assusta muita gente: a desencarnação.
Sandra Corveloni e Reinaldo Rodrigues, também atores (ele intérprete de Bruno Alves, protagonista) falaram à equipe da Rádio sobre a importância do filme. Sandra, relacionou a história da personagem a experiências particulares; Reinaldo, que faz o papel do personagem principal afirma que a mensagem do filme vai além de apresentar o conteúdo doutrinário, mas de enfatizar a importância da vivência do amor e a ligação entre as pessoas, independente de suas crenças religiosas.
Sob direção do jornalista e produtor André Marouço em parceria com o cineasta Michel Dubret o filme é inspirado em “O livro dos Espíritos” de 1857, uma das obras básicas da Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec.

Sinopse
O filme narra a história fictícia de Bruno Alves que, por volta dos 40 anos, perde a mulher, o emprego e busca como fuga numa tentativa de suicídio. A história se desenrola na medida em que o rapaz encontra “O Livro dos Espíritos” e, dali em diante obtém respostas que o leva à busca em vencer os desafios da vida para a transformação interior.
Na trilha sonora de “O Filme dos Espíritos” estão composições do músico e compositor Corciolli, com temas orquestrais, criadas de acordo com a narrativa de cada personagem, para maior harmonia entre as cenas.

Curiosidade
Um dos destaques do filme diz respeito a apresentadora Luciana Gimenez. Uma verdadeira transformação é feita na aparência de Gimenez, através de uma maquiagem especial que causa um efeito de envelhecimento. Luciana Gimenezes, uma das mais belas personalidades da TV brasileira, é radicalmente envelhecida 30 anos. A apresentadora interpreta uma senhora, esposa de um pescador e, para compô-la, passou por um processo de envelhecimento com o recurso de uma maquiagem especial.

Ficha Técnica
Elenco Principal: Nelson Xavier, Reinaldo Rodrigues, Enio Gonçalves, Ana rosa, Alethea Miranda, Briza Menezes.
Participações especiais: Etty Fraser, Sandra Coverloni, Luciana Gimenez
Direção: André Marouço e Michel Dubret / Roteiro: Andre Marouço
Duração: 98 minutos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.