Marcelo Tavares responsabiliza governo Roseana por estrago de 2 milhões de doses de vacina

Blog do Garrone

O deputado Marcelo Tavares (PSB) ocupou a tribuna na tarde desta segunda-feira (10) para concordar, em primeiro lugar, com deputado Rubens Júnior (PC do B), que pede cautela da Casa na apreciação do projeto de lei do Governo que trata da questão do piso nacional do Magistério ou do reajuste dos vencimentos dos professores do Estado.
Marcelo acha que o projeto deve ser analisado com calma, com critério e com bom senso.
Em segundo lugar, o parlamentar pessebista concordou com a governadora Roseana Sarney (PMDB) quando ela decidiu proibir os municípios que não atingiram a meta de vacinação de conveniar com o Estado. “E parece que há um projeto do deputado Antônio Pereira solicitando a mesma coisa”, acrescentou.
Conforme Marcelo, a vontade da governadora é repassar responsabilidades pela falta de atenção dos gestores desse Estado com a vacinação das crianças. Para ele, quando a governadora coloca a culpa nos prefeitos, ela deixa de reconhecer a incapacidade gerencial do seu Governo, que também é responsável pela vacinação.
Em seguida, o parlamentar denunciou que “o governo de Roseana Sarney e do secretário Ricardo Murad foram responsáveis por estragar mais de dois milhões de doses de vacinas contra a gripe A, encaminhadas ao Estado pelo Ministério da Saúde. “Dois milhões de doses, a governadora e seu secretário permitiram que estragassem e não fossem aplicadas nos maranhenses”, reafirmou.
Marcelo perguntou também porque o governo do Estado não faz uma campanha de mídia para incentivar a vacinação contra o sarampo. “Só faz propaganda de espigão que ninguém agüenta mais assistir na TV, mas para vacinar nossas crianças o governo não sabe fazer uma campanha de mídia”, protestou.

DETRAN
Marcelo disse, ainda, estar na tribuna com tristeza por sentir que “a imoralidade de fato é algo essencial neste Governo no que diz respeito às rotinas administrativas”.
E noticiou que o DETRAN realmente entregou para uma empresa de fora um contrato que fará com que o Maranhão tenha um prejuízo de 200 milhões de reais, um contrato que só defende a empresa e não defende o Estado. “Não sei quem está ganhando com isso, mas alguém está ganhando e não é o Estado Maranhão”, afirmou.
Para Marcelo, o contrato é imoral e lesivo aos interesses da população maranhense. Garantiu o deputado que voltará à tribuna para tratar do assunto mais detalhadamente, conforme denúncia já feita meses atrás.
Ele entende que, “ao se curvar a esta empresa, o DETRAN se soma a tantos e tantos casos de indícios graves de corrupção e, infelizmente, o povo do Maranhão só perde neste governo, pois os interesses das pequenas e grandes empresas são sempre maiores que os interesses da população”. “Teremos que agüentar este governo até 2014 se antes o TSE não cassar o mandato da governadora. É muito para o povo maranhense, mas é a sorte que nós temos e temos que carregá-la”, finalizou

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.