EXECUTIVA MUNICIPAL VETA OITO FILIAÇÕES AO PT DE SÃO LUÍS


Blog do Ed Wilson

A direção executiva municipal do PT de São Luís, reunida na noite de terça-feira 27, suspendeu temporariamente oito pedidos de filiação, de um total de 287 solicitações apresentadas.

Os oito rejeitados são Arimatéa Machado, o sindicalista Cesar Bombeiro, Chico Barros, o empresário Dimas Salustiano, o líder da banda Tribo de Jah Fauzi Beydoun, João Costa, Professor Hamilton e o técnico de futebol Sandow Feques (veja abaixo como foi a votação caso a caso).

O veto da executiva municipal ainda será apreciado na reunião da executiva estadual do PT dia 3 de outubro (segunda-feira).

A instância estadual pode manter ou rejeitar o veto, mas caso os oito nomes sejam aceitos ainda cabem novos recursos, até ao diretório nacional do PT, onde tudo se ajeita.

Pelos caminhos normais não será fácil a entrada dos oito nomes acima porque o prazo de filiações para a eleição de 2012 encerra em 7 de outubro. Mas tudo pode acontecer, inclusive o atropelamento das regras.

Vários setores do PT temem o ingresso dos oito porque boa parte deles pretende entrar no partido na condição de pré-candidatos a vereador em 2012.

Os petistas antigos receiam que o ingresso desses novos nomes, com estrutura e visibilidade de campanha, venham a ocupar as possíveis duas ou três vagas que o PT pretende alcançar na Câmara Municipal de São Luís.

Esse foi o principal motivo do veto.

A restrição ao empresário Dimas Salustiano é uma surpresa. Líder do grupo Novo PT, juntamente com o empresário Eri Castro, Salustiano ingressou no PC do B e agora tenta um retorno ao petismo, aproximando-se do vice-governador Washington Oliveira.

O suposto pedido de filiação do suplente de vereador Fábio Câmara, que era aguardado com expectativa, não foi confirmado.

Na reunião do dia 3 será apreciada também uma enxurrada de pedidos para filiação de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, vice-prefeitos e personalidades públicas.

Vem gente de todos os naipes e tendências ideológicas, sem qualquer critério, de latifundiários a fichas-sujas, pedindo sombra na babel petista.

Nesse dia, se o pacote for aprovado, inclusive a filiação de Fauzi Beydoun, o ideal seria encerrar a reunião com um show da Tribo de Jah, abrindo o repertório com a música “Babilônia em Chamas”.

Perfeito para a nova cara do PT.

Veja como foi a votação da executiva municipal a cada um dos oito pedidos de filiação (a instância é composta de 10 membros):

Arimatéa Machado: 4 sim e 6 não

Cesar Bombeiro: 3 sim, 5 não e 2 abstenções

Chico Barros: 3 sim, 5 não e 2 abstenções

Dimas Salustiano: 3 sim, 4 não e 3 abstenções

Fauzi Beydoun: 3 sim, 5 não e 2 abstenções

João Costa: 2 sim e 8 não

Professor Hamilton: 2 sim e 8 não

Sandow Feques: 4 sim, 5 não e 1 abstenção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *