Bombeiros e PMs realizam passeata e fazem protesto no Palácio contra governo Roseana











Blog do John Cutrim

Centenas de bombeiros e policias militares do Maranhão realizaram, ontem (02), uma grande passeata pelas ruas de São Luís. A mobilização teve concentração em frente à Biblioteca Benedito Leite e seguiu pela Rua Rio Branco e Avenida Beira-Mar com destino ao Palácio dos Leões, onde foi realizado um ato público.

Os militares, além de pedirem a reposição salarial, reivindicam o cumprimento da jornada de trabalho de 40 horas semanais, pagamento do adicional noturno, ingresso na carreira inicial com nível superior, o cumprimento da reorganização do escalonamento vertical para soldado (fato que foi sentenciado pelo Supremo Tribunal Federal), e outros.

Um policial militar denunciou que para atrapalhar o movimento, eles foram chamados para treinar marcha para o desfile do Dia da Raça, que será realizado na próxima segunda-feira (5), na Avenida Vitorino Freire. “Quem é o soldado que não sabe marchar?”, indagou.

Em frente ao Palácio dos Leões, em discursos inflamados os militares, que estavam fantasiados com narizes de palhaço, bandeiras e faixas, protestaram contra o descaso do governo do Estado e cobraram um tratamento melhor para a categoria. A classe não tem reposição de salário desde 2009, fato que ocasionou a perda nos vencimentos de R$ 12.272 para coronel e de R$ 2.945,28 para soldado.

“Governadora Roseana Sarney faça o melhor governo da sua vida, mas faça também que os policiais tenham uma vida melhor”, criticou um militar. No final, todos deram as mãos e cantaram o hino nacional. Participaram da passeata policiais militares de Timon e de São Luís, bombeiros, militares reformados, pensionistas, delegados, agentes penitenciários, peritos e representantes do Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão (Sinpol).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.