PTB entra com nova ação na Justiça para impedir criação do PSD



Ao lado de líderes do PSD, Gilberto Kassab sai de encontro com a presidente Dilma no Palácio do Planalto no último dia 18. Foto: Sérgio Lima / Folhapress

Esse não será o único pedido contra o PSD. O PTB argumenta que a sigla foi incorporada em 2003 quando Chedid assumiu a presidência do diretório paulista.

Folha de S.Paulo

O PTB entrou nesta segunda-feira com mais uma ação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra a criação do PSD, partido do prefeito Gilberto Kassab.

Na ação, o partido questiona a coleta de assinaturas de apoio e diz que incorporou a sigla PSD em 2003.

Esse não será o único pedido contra o PSD já que o DEM também deverá apresentar hoje uma ação contra a legenda.

Segundo o PTB, o PSD, extinto em 1965, foi reativado na década de 1980 por Nabi Abi Chedid, morto há quatro anos.

O PTB argumenta que a sigla foi incorporada em 2003 quando Chedid assumiu a presidência do diretório paulista.

“Não houve uma fusão. O que houve foi incorporação, ou seja, o partido menor está contido no maior e, sua sigla, passou a pertencer ao majoritário”, diz o PTB na ação.

Não é o primeiro processo do PTB contra a sigla de Kassab. O pedido anterior foi negado pela ministra do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Nancy Andrighi por questões processuais.

A ministra entendeu uma ação contra só poderia acontecer quando o registro tivesse sido apresentado ao tribunal, que só aconteceu semana passada.

Os partidos de oposição, que perderam filiados, estão entrando na Justiça contra o PSD para atrasar o processo de criação. Isso porque a sigla tem até outubro para obter o registro se quiser participar das eleições de 2012.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.