OAB pede que Sarney devolva dinheiro gasto em viagens no helicóptero da PM

Por FELIPE SELIGMAN

DE BRASÍLIA



(Folha de São Paulo) – O presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Ophir Cavalcante, defendeu nesta segunda-feira (22) que a governadora do Maranhão, Roseana Sarney, devolva aos cofres de seu Estado o que foi gasto com a utilização de um helicóptero da Polícia Militar para transportar seus pais até a Ilha de Curupu durante fins de semana.

“A Ordem espera que a governadora do Estado reponha o que foi gasto ao Estado para que essa situação não se repita mais”, disse.

A aeronave foi adquirida no ano passado para combater o crime e socorrer emergências médicas. Foi paga com recursos do governo estadual e do Ministério da Justiça e custou R$ 16,5 milhões.

Numa das viagens, o senador foi acompanhado de um empresário que tem contratos milionários no Maranhão, que é governado por sua filha Roseana Sarney (PMDB).

No fim do passeio, o desembarque das bagagens de Sarney atrasou o atendimento de um homem com traumatismo craniano e clavícula quebrada que fora socorrido pela PM e chegara em outro helicóptero antes de Sarney.

Um cinegrafista amador registrou imagens que mostram Sarney e seus amigos desembarcando no heliponto da Polícia Militar em São Luís em dois domingos, 26 de junho e 10 de julho.

O presidente da OAB afirmou ainda que a confusão entre o público e o privado é um problema “cultural” no Brasil. “É lamentável ainda ver o público sendo uma extensão do privado. Isso é cultural no país”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.