Austríaco condenado por abuso sexual é preso no Maranhão



Fotos do austríaco Herbert Anton Pfurtscheller no site da Interpol

Ele era procurado há dois anos pela polícia e estava escondido em Santa Inês, cidade a 250 quilômetros de São Luís



Wilson Lima, iG Maranhão

Procurado pela Interpol (a organização que reúne polícias criminais de todo mundo) há dois anos, o austríaco Herbert Anton Pfurtscheller, de 37 anos, foi preso nessa semana pela Polícia Federal no Maranhão. A prisão ocorreu em Santa Inês, cidade distante a cerca de 250 quilômetros de São Luís.

Condenado pelo Tribunal Estadual de Innsbruck (Áustria) em 24 de abril de 2009 pelos crimes de abuso sexual, prostituição, pornografia e associação ao tráfico de pessoas, Herbert Pfurtscheller fugiu para o Brasil e há pelo menos um ano morava no Maranhão.

A extradição dele foi pedida pelo governo da Áustria ao Supremo Tribunal Federal (STF) e, em 25 de julho deste ano, o ministro Cezar Peluso concedeu o pedido de prisão preventiva e a extradição do austríaco. Com o austríaco, foi encontrado um notebook cujos arquivos serão analisados pela Polícia Federal. Natural da cidade de Neustift im Stubaital, ele está agora à disposição do STF para o processo de extradição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.