Só bandidos agem assim…



Alberto Ferreira: tentativas de escapar da Lei

Blog do Marco D’Eça

É cristalina como água a tentativa do presidente da Federação Maranhense de Futebol, Alberto Ferreira, de obstruir as investigações em torno da entidade.

Ele já tentou de tudo.

Buscou Habeas Corpus preventivo na Justiça, negou documentos ao Ministério Público e agora dificulta de todas as formas a investigação da Delegacia de Investigações Criminais.

E parece comandar uma quadrilha.

Para escapar do interrogatório ao delegado Augusto Barros, usou uma tal “Lombalgia Traumática” doença diagnosticada pelo médido Elpídio de Lima. Este vem a ser irmão do também médico Cassas de Lima, vice-presidente da FMF.

Na mesma noite em que Ferreira escapou do depoimento, foi visto em um Astra Preto, todo serelepe na Cohab – estranho para quem sofre de lombalgia.

O advogado que levou o atestado ao delegado é Ribamar Marques, assessor jurídico da Santa Casa de Misericórdia, de onde saiu o atestado – e local de trabalho de Cassas de Lima.

Mas Alberto Ferreira não escapará de prestar contas à polícia, à Justiça e à sociedade, garante o delegado.

Nem que, para isso, seja necessário uma prisão preventiva, que já está sendo cogitada.

Afinal, como dito no início do texto, é cristalina a tentativa de obstruir as investigações…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.