Pedro Novais deve explicar denúncias de corrupção e desvio de recursos

Priscilla Mazenotti

Agência Brasil

Ministro do Turismo, Pedro Novais, deve dar explicações sobre denúncias de corrupção e desvio de recursos públicos na pasta.

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle e a de Defesa do Consumidor aprovaram convites para que o ministro do Turismo, Pedro Novais, dê explicações sobre denúncias de corrupção e desvio de recursos públicos na pasta.

A Comissão de Fiscalização também aprovou convite ao ex-ministro do Turismo Luiz Barreto para dar explicações sobre o caso.

Ontem (9), a Polícia Federal prendeu 35 pessoas que trabalhavam no ministério, inclusive o secretário executivo, Frederico Silva da Costa.

A Operação Voucher teve origem em auditorias do Tribunal de Contas da União (TCU) que identificou indícios de um esquema de desvio de verbas públicas destinadas pelo ministério ao Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável (Ibrasi), uma organização sem fins lucrativas com sede em São Paulo, conveniada para promover cursos de qualificação profissional no Amapá.

Hoje (10), o Ministério do Turismo suspendeu por 45 dias a assinatura de convênios com entidades privadas sem fins lucrativos. Também foram suspensos quaisquer empenho de recursos, ou seja, a liberação de verbas ministeriais para essas entidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.