Refinaria de Bacabeira que era promessa de Roseana Sarney e Dilma Rousseff fica para 2016


Lula, Dilma e Roseana ludibriando os maranhenses

Blog do Bóis

Do Terra

A estatal de petróleo brasileira Petrobras vai atrasar a construção de uma grande refinaria no Nordeste e pretende vender participações em campos de petróleo, buscando garantir o financiamento de seu novo plano de investimentos.
O presidente da petroleira, José Sergio Gabrielli, disse a jornalistas que a venda de fatias em áreas de petróleo faz parte do programa de desinvestimento de US$ 13,6 bilhões que a companhia anunciou na última sexta-feira, dentro de seu novo plano de projetos para o período de 2011 a 2015.
Segundo Gabrielli, participações nos blocos poderão ser vendidas para os próprios parceiros nos projetos, que assim elevariam suas fatias nos consórcios.
Ele preferiu não dar mais detalhes, além destes, sobre o programa de desinvestimento, mas afirmou que a companhia já está avaliando como ele será executado e que poderão ocorrer vendas de ativos também no exterior.
No caso das refinarias, a estatal decidiu postergar a entrada em operação da fase 1 da refinaria Premium do Maranhão de 2014 para 2016. Assim, uma boa parte dos gastos no projeto sai do plano atual, que vai até 2015, reduzindo o valor global do pacote.
“A Premium 1 foi feita a revisão… E a proposta que a diretoria fez foi não ter nenhum corte e sim postergação. Teve postergação dentro da avaliação maior dos objetivos da companhia, foi apenas uma postergação de prazo”, disse o diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa,
durante o evento.
A Petrobras anunciou na sexta-feira um plano de investimentos de cinco anos no valor total de US$ 224,7 bilhões, praticamente estável ante o plano anterior.
A estatal acabou reduzindo o valor global do programa após pedidos do governo, que busca reduzir os gastos da estatal buscando não aquecer demasiadamente o setor e evitar pressões inflacionárias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.