Procuradoria do Maranhão quer que bancos abram sigilo à Polícia Federal

De acordo com a PF, cerca de 20% dos inquéritos policiais do órgão no Maranhão envolvem a má utilização do dinheiro público.

Folha.com

O Ministério Público Federal do Maranhão entrou com ação civil pública para obrigar que o Banco do Brasil e o BNB (Banco do Nordeste do Brasil) forneçam, sempre que solicitados, informações relativas a qualquer operação financeira que tenha utilizado recursos públicos.
A ação foi solicitada pela Polícia Federal para facilitar a fiscalização de crimes cometidos pelos gestores dessas verbas.
Segundo a Superintendência Regional do órgão no Estado, os bancos se recusavam a repassar as informações de transações referentes a convênios que não autorizavam, no contrato firmado, o acesso requisitado pela PF ou pela Procuradoria.
Ainda de acordo com a PF, cerca de 20% dos inquéritos policiais do órgão no Maranhão envolvem a má utilização do dinheiro público.
Caso sejam condenados judicialmente, os bancos podem receber multas diárias caso neguem o acesso aos dados requisitados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.