O Maranhão sem remédio

Deu na Veja

A história ajuda a explicar a pobreza recalcitrante do Maranhão. Em 2005, uma faculdade controlada pela família do ex-deputado Paulo Marinho comprou um terreno no município de Caxias, no leste do Estado, por 32 mil reais. Quatro anos depois, a área foi desapropriada pela governadora Roseana Sarney para a construção de um hospital. O governo maranhense pagou 3 milhões de reais, o que constitui uma estonteante valorização de 9.275%. Até agora, o estado não conseguiu a posse do terreno, porque ele foi penhorado pela Justiça por causa de dívidas fiscais do antigo dono. Roseana não sabia? (Holofote)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.