REFLEXÕES SOBRE O PRIMEIRO MÊS DA GESTÃO DA DECÊNCIA

Brasileiro tem memória curta.
Quem desconhece essa máxima ainda está para nascer. O fato é tão corriqueiro que já virou ditado nacional, quiçá internacional. Caso contrário, não seria difícil para a maioria dos eleitores responderem, por exemplo, quem foram os deputados que receberam seus votos nas últimas eleições. Não chega a ser impossível que alguns nem se lembrem, inclusive, do nome do governador ou do presidente que ajudou a eleger.
A tendência natural dessa amnésia é diminuir, quando se trata de fatos políticos de abrangência local, que afetam de forma mais direta a população de cada município.
Levando em consideração que parte expressiva da população carece melhorar significativamente seus horizontes políticos é natural que muita gente esteja surpresa com alguns posicionamentos da atual gestão.
A título de ilustração e prática de alongamento da memória, reconstituindo-se os passos da atual administração verifica-se o seguinte trajeto, não rigorosamente nessa ordem: criação de um espaço distinto para assistir à festa de sua posse juntamente com seus amigos e correligionários; empossou seu secretariado, deixando algumas lacunas neste sentido para serem preenchidas num momento mais oportuno; presume-se que realizou o desbloqueio do dinheiro que entrou no final do ano para o pagamento do salário de dezembro dos funcionários; através dos vereadores de seu partido, tentou derrubar, na Câmara, alguns benefícios conquistados pelos servidores; aumentou expressivamente o grupo de marionetes e conseguiu eleger a Mesa Diretora; ordenou o recadastramento de todos os funcionários públicos e ausentou-se da cidade deixando o Hospital Municipal e os postos de saúde desativados bem como a Secretaria de Saúde acéfala, por indefinição da gestora ou por irresponsabilidade do secretário(a) escolhido, ainda oculto para a população. Finalmente, para falar dos aspectos mais visíveis, numa flagrante demonstração de retrocesso, e falta de organização, exporá todos os funcionários ao método arcaico de receber o pagamento mensal em folha, enfrentando filas intermináveis, jovens ou idosos, gestantes, servidoras em resguardo, convalescentes, sob chuva ou sol, em frente ao prédio da prefeitura. Ou será atrás?
Neste sentido, tem que se tirar o chapéu para os velhos “coronéis” que viam a informática como um bicho-de-sete-cabeças, mas tinham sabedoria para deixar um procedimento como esse a cargo do Banco do Brasil.
Pode ser que ainda seja muito cedo, mas em vez de transparência, o que está sendo apresentado é um quadro de obscurantismo e especulações. Tal silêncio de forma alguma é indício de respeito ao eleitor, ao contrário: é atitude clássica de quem acha que não deve satisfações.
No entanto, embora tal procedimento arrogante deva ser repudiado, é preciso que não se esqueça que o quadro que está se delineando recebeu uma contribuição generosa dos vereadores que se deixaram aliciar pelo grupo da atual gestão, e como foi mencionado em “A Flexibilidade das Marionetes”, este posicionamento acaba contribuindo para retrocessos, para o aumento da corrupção, e inviabilização do desenvolvimento sócio-econômico e cultural da região. Enquanto isso, com seus benefícios garantidos, contando com a fraca memória da população, eles não se ressentem dos prejuízos que ajudam a promover, tornando-se verdadeiros dinossauros da política, parasitários do município.
Novato. (01/02/2009)
Novato é colaborador do programa jornalístico Comando Geral apresentado de segunda-feira a sexta-feira, ao meio dia na Radio Santa Rosa FM, por Daby Santos

4 pensou em “REFLEXÕES SOBRE O PRIMEIRO MÊS DA GESTÃO DA DECÊNCIA

  1. Espera-se que assim o eleitor possa realmente refletir um pouco e cair na real situação que o municipio hoje se encontra com tamanho descaso… parabéns pela matéria e pela impacialidade.

  2. Tenho que novamente tirar o chapéu,para Daby Santos,e para o “novato”,cada vez mais relatando a realidade de ARaioses da forma,mais tocante…e real que se possa fazer…Araioses tem que se orgulhar do jornalista excepisional,que Daby Santos está se saindo…de uma forma imparcial,ele está consseguindo transmitir,a realidade,msm que o risco para ele seja eminente ele ñ está nem ai,muito bem precisamos de mais gente de coragem como vc!…temos que relatar aqui ,nossa oposição está se fortalecendo,ela msm está nos dando força para seguir!

  3. Olá Daby,Boa tarde!
    Venho através desta perguntar-lhe o seguinte: Como pode um diretor com apenas o curso cientifico que não tem experiencia nenhuma dar aula de capacitação para um professor formado com curso superior?
    Nossa Araioses a cada dia que passa regride ainda mais.
    Um abraço.

  4. ola Daby, Araioses estar perdido,como e que pode o nepotismo ta tomando conta na secretaria de educaçao,a poderosa salete estar reinando com sua familia la dentro,sera que a prefeita nao tomou conscieencia disso nao.obrigado amigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.