A justa reação indignada de Flávio Dino contra matéria tendenciosa da TV Mirante veiculada no Fantástico: “Não tenho medo desses demônios”

Gilberto Lima – O governador Flávio Dino reagiu a mais uma matéria tendenciosa construída pela TV Mirante, que ganhou repercussão nacional com a veiculação no Fantástico deste domingo (22).

“Globo no Maranhão é a TV do Sarney, que faz essas reportagens veiculadas nacionalmente. Chamam isso de ‘jornalismo’ e ‘democracia’. No caso, imputar a mim um papel assinado por um tenente-coronel que nem sei quem é. E sobre algo que jamais ordenei ou concordei”, disparou Dino.

Na reportagem, a TV ouviu dois deputados estaduais de oposição, Sousa Neto – genro de Ricardo Murad, classificado pela Polícia Federal como chefe de organização criminosa responsável por desviar mais de 1 bilhão da saúde do Maranhão – e Eduardo Braide, possível laranja da família Sarney na disputa pelo governo.

Além disso, a matéria tendenciosa feita pelo repórter Alex Barbosa utilizou parte da nota encaminhada pela Polícia Militar que dá a entender que a instituição concordou com o teor do documento enviado pelo tenente-coronel Emerson Farias, quando na verdade o comando da PM afirmou que o memorando é totalmente ilegal e já foi anulado por circular assinada pelo comandante da Polícia Militar.

Confira a íntegra da manifestação de Flávio Dino nas redes sociais

Globo no Maranhão é a TV do Sarney, que faz essas reportagens veiculadas nacionalmente. Chamam isso de “jornalismo” e “democracia”. No caso, imputar a mim um papel assinado por um tenente-coronel que nem sei quem é. E sobre algo que jamais ordenei ou concordei.

Estamos dizendo e provando isso há mais de 3 dias. Que eu jamais ordenei, concordei ou autorizei a assinatura do tal papel. Que isso é mais uma armação ridícula. Mas do que adianta? Os pequenos interesses coronelistas e delírios fascistas insistem nesse “jornalismo”.

TV do Sarney todas as semanas produz material distorcido sobre o Maranhão e tenta veicular na Globo. Isso desde 2015. Acham que isso vai devolver o poder a eles? Ou é só maldade mesmo?

Essa tal TV do Sarney não faz reportagem sobre um único programa governamental. Nada. Até eventos como carnaval tentam esconder. Só maldade e perseguição todos os dias, o dia inteiro. E chamam isso de “jornalismo”.

Mas não me abato com nada. Tenho muita fé em Deus e por isso não tenho medo desses demônios. E tenho muita confiança no trabalho sério e honrado que fazemos e divulgamos nas redes sociais. Já que a TV do Sarney esconde.

Espero que a princesa da oligarquia dispute a eleição para o governo. Terei o maior prazer de debater todos os temas na TV do Sarney, já que eles só me entrevistam no período eleitoral, quando são obrigados por lei.

Flávio Dino

Há 7 horas

Globo no Maranhão é a TV do Sarney, que faz essas reportagens veiculadas nacionalmente. Chamam isso de “jornalismo” e “democracia”. No caso, imputar a mim um papel assinado por um tenente-coronel que nem sei quem é. E sobre algo que jamais ordenei ou concordei.

Estamos dizendo e provando isso há mais de 3 dias. Que eu jamais ordenei, concordei ou autorizei a assinatura do tal papel. Que isso é mais uma armação ridícula. Mas do que adianta ? Os pequenos interesses coronelistas

Ver mais

Flávio Dino: Espero que a princesa da oligarquia dispute a eleição para o governo

O governador Flávio Dino desafiou Roseana Sarney (MDB) a se candidatar ao governo do Estado.

Página 2 – O governador Flávio Dino desafiou Roseana Sarney (MDB) a se candidatar ao governo do Estado. “Espero que a princesa da oligarquia dispute a eleição para o governo”, escreveu Dino nas redes sociais. Princesa da oligarquia era o codinome dado à ex-governadora do Maranhão na planilha de propinas da Odebrecht, segundo investigações da operação Lava Jato.

As declarações foram dadas após reportagem exibida pelo Fantástico sobre circular assinada por integrante da PM do interior do Maranhão, que determinava levantamento de informações sobre políticos da oposição municipal e estadual.

“Globo no Maranhão é a TV do Sarney, que faz essas reportagens veiculadas nacionalmente. Chamam isso de “jornalismo” e “democracia”. No caso, imputar a mim um papel assinado por um tenente-coronel que nem sei quem é. E sobre algo que jamais ordenei ou concordei”, criticou o governador.

O governador afirmou que prova há mais de três dias que jamais ordenou, concordou ou autorizou a assinatura do tal papel. Atribuiu o episódio a mais uma armação, que atende a pequenos interesses coronelistas e delírios fascista. “TV do Sarney todas as semanas produz material distorcido sobre o Maranhão e tenta veicular na Globo. Isso desde 2015. Acham que isso vai devolver o poder a eles? Ou é só maldade mesmo?”, questionou.

Dino lembrou que a TV do Sarney não faz reportagem sobre um único programa governamental. “Nada. Até eventos como carnaval tentam esconder. Só maldade e perseguição todos os dias, o dia inteiro. E chamam isso de “jornalismo”.

Ele disse não se abater com nada e ter muita fé em Deus. “Por isso não tenho medo desses demônios. E tenho muita confiança no trabalho sério e honrado que fazemos e divulgamos nas redes sociais. Já que a TV do Sarney esconde”.

Fávio Dino afirmou que terá o maior prazer de debater todos os temas na TV do Sarney. “Eles só me entrevistam no período eleitoral, quando são obrigados por lei.”, disse.

Tempestades: São Luís e 54 cidades do Maranhão – entre elas Araioses – em estado de alerta

O Imparcial

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) emitiu neste domingo, 22, alerta de risco moderado para ocorrência de fenômeno meteorológico adverso dentro das próximas 72 horas em parte do Maranhão.

Há possibilidades de tempestades de raios, chuvas intensas e acumulados de chuvas (inundações) na capital e em diversos municípios do estado. A emissão do alerta serve para que a população se proteja e tome medidas necessárias de acordo com as recomendações da Defesa Civil.

Veja a lista de possíveis locais afetados no Maranhão, segundo o CPTEC:

Água Doce do Maranhão

Alcântara

Amapá do Maranhão

Apicum-Açu

Araioses

Axixá

Bacabeira

Bacuri

Bacurituba

Barreirinhas

Bequimão

Boa Vista do Maranhão

Cândido Mendes

Carutapera

Cedral

Central do Maranhão

Centro do Guilherme

Centro Novo do Maranhão

Cururupu

Godofredo Viana

Governador Nunes Freire

Guimarães

Humberto de Campos

Icatu

Junco do Maranhão

Luís Domingues

Maracaçumé

Maranhãozinho

Mirinzal

Morros

Olinda Nova do Maranhão

Paço do Lumiar

Palmeirândia

Paulino Neves

Peri Mirim

Pinheiro

Porto Rico do Maranhão

Presidente Médici

Presidente Sarney

Primeira Cruz

Raposa

Santa Helena

Santa Luzia do Paruá

Santana do Maranhão

Santo Amaro do Maranhão

São Bento

São João Batist

São José de Ribamar

São Vicente Ferrer

São Luís

Serrano do Maranhão

Turiaçu

Turilândia

Tutóia

“Justiceiros” imolam Aécio Neves para blindar Geraldo Alckmin

Ed Wilson Araújo – Houve um tempo na política brasileira (a República Velha, de 1898 a 1930) em que os presidentes do país eram escolhidos com base na “política do café com leite”, articulada no pacto firmado entre as oligarquias regionais e o poder federal.

A denominação “café com leite” referia-se à alternância entre presidentes oriundos de São Paulo e Minas Gerais, respectivamente, sob o mando econômico dos fazendeiros cafeicultores (paulistas) e de gado (mineiros).

Mutatis mutandis, o PSDB, herdeiro da tradição política conservadora, dividiu-se entre os tucanos da avenida Paulista e os de Minas Gerais.

No plano geral do golpe, o PSDB mineiro está fora do jogo. Aécio Neves será imolado e seus restos jogados na cova dos leões.

Réu no Supremo Tribunal Federal (STF) e alvo de novas denúncias, Aécio Neves é carta fora do baralho.

A estratégia agora consiste em eliminar o mineiro e blindar o paulista tucano-mor Geraldo Alckmin.

Aécio serviu para fazer o trabalho sujo de 2014… Não presta mais. Tido como playboy e associado ao suposto uso de drogas, o jovem político mineiro já é passado.

O presente e o futuro estão com Geraldo Alckmin, o “príncipe” do tucanato, nome que mais incorpora o sentimento da burguesia paulista do antigo café, agora Fiesp, Febraban e do agronegócio.

A Lava Jato limpa o terreno para entregar o país à avenida Paulista, onde está o núcleo duro do capital rentista, industrial e dos velhos ruralistas repaginados com o bordão “o agro é pop”.

Não se iluda com essa onda justiceira que promete “pegar” o PSDB. Aécio Neves é boi de piranha.

Outro Lula perseguido: coincidência?

Por Ricardo Cappelli

A oligarquia maranhense é a mais antiga em atividade no Brasil. Patrimonialista e escravista é uma mistura de Raimundo Faoro e Jessé de Souza.

O patriarca do clã posa de nacionalista em artigos sofisticados que escreve sentado em sua lustrada cadeira de imortal. Quem anda pelo Maranhão e depara-se com centenas de escolas de barro e palha em pleno século XXI, fica chocado com o teatro do absurdo.

Foram 50 anos de poder da família. Ninguém que defende a nação pode condenar seu povo, sustentáculo da nacionalidade, a tamanha indignidade.

O advogado Carlos Lula, atual secretário de saúde do Maranhão, é um jovem altamente qualificado, idealista, determinado, comprometido com as pessoas e com o futuro. Na sua posse, nenhuma palavra falou mais que a emoção transbordando.

Lula costuma se emocionar, lágrimas são constantes em eventos onde inaugura, ao lado do governador, serviços jamais sonhados pelo povo trabalhador e sofrido do estado. Gestor competente, se não tivesse mais nenhuma qualidade, apenas a capacidade de sentir a dor do outro já lhe credenciaria para o posto.

Saúde é vida, e morte também. Pessoas não são mercadorias, carregam sentimentos, histórias, alegrias e dores. Ser gestor da saúde não é para qualquer um. É preciso ter a capacidade, o equilíbrio, para dormir todos os dias com a convicção de que suas decisões foram as mais acertadas.

Se na minha função em Brasília cometo um erro podemos perder um convênio que nos daria um trator, um financiamento para asfaltar algumas cidades pode ficar mais distante. Se o nosso Lula erra podem morrer pessoas, famílias são despedaçadas, é a vida pulsando em cada decisão.

Aceitar a tarefa de ser secretário de saúde na atual quadra de criminalização irresponsável de gestores não é para qualquer um. Para um jovem advogado competente e bem sucedido na sua carreira profissional é demonstração inequívoca de compromisso com o próximo. Um altruísmo, um idealismo “fora de moda”, infelizmente, nos dias de hoje.

Talvez o sucesso, e o ódio que exala cotidianamente das forças do atraso, venha justamente pelas escolhas feitas pelo Governador Flávio Dino. Quem olha para o seu secretariado, o comando do governo de estado que mais cumpriu suas promessas de campanha segundo o insuspeito G1, depara-se com um conjunto de jovens abnegados idealistas, sonhando e construindo um futuro diferente para seu povo.

Um jovem e brilhante advogado transformou-se num dos mais competentes gestores da saúde no Brasil. Um jovem e brilhante procurador federal fez da educação maranhense referência nacional. Um jovem historiador, empreendedor de sucesso da área de seguros de saúde, virou o melhor secretário de obras do país. Desafio alguém apresentar algum estado que tenha mais inaugurações de obras/dia que o Maranhão.

Flávio Dino apostou no futuro, na vida, no compromisso com o povo contra o atraso dos acordos e convescotes com a Casa Grande que marcavam o passado oligárquico de uma das regiões mais pobres do país.

Nenhuma mudança acontece sem fortes reações. A Globo, em aliança com um delegado da polícia federal simpático à Bolsonaro, passa a difamar Lula cotidianamente e a exigir sua cabeça. Quem é Lula? É Lula mesmo, aquele que exigiu que os hospitais públicos tivessem o mesmo nível de qualidade dos privados, que inaugurou um serviço odontológico público para que o povo mais humilde volte a sorrir.

Seu crime? Cuidar dos mais pobres. Quem o persegue? Um império midiático aliado a setores reacionários da alta tecnocracia, neopositivistas da burocracia estatal. Seu nome? Lula. Coincidência?

Força amigo, você tem a confiança e o respeito dos verdadeiros brasileiros, não se preocupe com os fariseus. Estamos do lado certo da história. Ninguém será capaz de interromper a primavera em curso no Maranhão.

Inadimplência: TCE pede intervenção no município de Araioses

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) protocolou, na manhã desta sexta-feira (20), junto à Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), cópia da resolução que declarou inadimplentes o prefeito de Araioses, Cristino Gonçalves de Araújo, o presidente da Câmara Municipal de Água Doce do Maranhão, Tudes José Cardoso, e o presidente da Câmara Municipal de São João do Paraíso, Edvaldo Faustino de Sousa.

Aprovada na última sessão do Pleno do TCE, no último dia 18, a decretação de inadimplência decorre de os gestores citados não terem apresentado suas prestações de contas relativas ao exercício financeiro de 2017 dentro do prazo legal.

Além da declaração da inadimplência, a Resolução TCE nº 294 determina ainda a instauração da tomada de contas dos referidos gestores, conforme estabelece a legislação em vigor.

O documento protocolado junto à PGR destaca que, conforme dispõe o art. 35, II, da Constituição Federal e o art. 16, II, da Constituição do Estado do Maranhão, a ausência da prestação de contas acarreta, dentre outras consequências, “a possibilidade de intervenção do Estado no Município”.

Cabe agora à Procuradoria a adoção das medidas que entender necessárias ao caso. No caso da intervenção, cabe ao Ministério Público Estadual (MPE), solicitar a providência ao Poder Judiciário, que apreciará o pleito e, se for o caso, encaminhará o pedido ao Poder Executivo.

Os gestores inadimplentes também incorrem em ato de improbidade administrativa, estando sujeitos a penalidades como: devolução de recursos ao erário, se houver desvio, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa e proibição de contratar com o poder público ou receber incentivos fiscais.

De acordo com o ordenamento jurídico vigente, a omissão também é crime comum, passível de pena de detenção de três meses a três anos, além da perda do cargo e a inabilitação, pelo prazo de cinco anos, para o exercício de cargo ou função pública.

Fonte: TCE/MA

“Neguim Socó” é absolvido pela tentativa de homicídio contra Antonio Toco

Sentença sendo anunciada por Dr. Marcelo Fontenele Vieira

Em sessão do Tribunal do Júri realiza hoje, Francisco das Chagas Santos Silva, vulgo “Neguim Socó”, residente e domiciliado na Rua do Passeio, s/nº, Bairro Rodeador, foi absolvido pela tentativa de homicídio contra Antonio Pereira dos Santos – o Toco, fato ocorrido no dia 20 de abril de 2010, no Bar Ceará, localizado na Rua São Raimundo Nonato, bairro Conceição, em Araioses.

Os dois já tinham tido uma desavença meses atrás, quando Antonio agrediu Francisco das Chagas com uma chinelada na cara. No dia do ocorrido, Neguinho estava bastante embriagado e ao chegar no Bar Ceará viu seu desafeto com um taco de sinuca na mão e entendeu isso como uma ameaça a si, o que levou ele a tomar a iniciativa de ataca-lo com golpes de faca.

Mesmo sem está gozando de perfeita saúde, Dr. John Derrick Barbosa Braúna fez o que pode na acusação

Esse foi o argumento dos advogados de defesa – Dr. Luiz Antonio Furtado da Costa e Dr. Luiz Paulo Carvalho G. Ferraz – que fez o corpo de jurado entender que houve o que se denomina de legítima defesa putativa, absolvendo-o.

O Dr. John Derrick Barbosa Braúna, representante do Ministério Público Estadual, que atuou na acusação, apesar de não está ainda totalmente recuperado de uma gripe fez uma excelente peça acusatória, pedindo a condenação do réu, porém o corpo de jurados entendeu que Neguim Socó merecia a absolvição.

Dr. Luiz Antonio Furtado da Costa e Dr. Luiz Paulo Carvalho G. Ferraz – advogados de defesa de Neguim, de pé recebem o resultado do júri

O Tribunal do Júri foi presidido pelo Marcelo Fontenele Vieira – Juiz de direito titular da 1ª Vara da Comarca de Araioses. Esses eventos costumam ser realizados no Plenário da Câmara de Vereadores de Araioses, porém desta vez ocorreu no belo e confortável auditório da APAE de Araioses.

Antonio Pereira dos Santos durante o julgamento

O belo auditório da APAE de Araioses, onde funcionou o Tribunal do Júri

 

S E N T E N Ç A

Vistos etc.

Francisco das Chagas Santos Silva, vulgo “Neguim Socó”, brasileiro, solteiro, lavrador, araiosense, filho de José Bernardino da Silva e Orminda Maria Santos Silva, residente e domiciliado na Rua do Passeio, s/nº, Bairro Rodeador, Município de Araioses, foi pronunciado como incurso nas penas dos arts. 121, § 2º, IV, c/c art. 14, II, todos do Código Penal Brasileiro, quanto à vítima, Antonio Pereira dos Santos.

Instalada a sessão plenária de julgamento, o Réu foi devidamente interrogado, sendo relatados os autos e inquirida as testemunhas arroladas pelas partes.

As partes sustentaram suas pretensões em plenário.

A seguir, formulados os quesitos, conforme termo próprio, o Conselho de Sentença, reunido na sala secreta, assim respondeu:

Após reconhecer, por maioria, a autoria e a materialidade do fato, os jurados, no quarto quesito, responderam afirmativamente, reconhecendo, por maioria, a tese da legítima defesa putativa, absolvendo-o.

Diante disso, absolvo o acusado, Francisco das Chagas Santos Silva, vulgo “Neguim Socó”, brasileiro, solteiro, lavrador, araiosense, filho de José Bernardino da Silva e Orminda Maria Santos Silva, residente e domiciliado na Rua do Passeio, s/nº, Bairro Rodeador, Município de Araioses, do crime que lhe foi atribuído na denúncia, que originou a presente ação.

Sem custas.

Considerando que a defesa do réu neste Plenário foi realizada pelo(s) Dr(s). Luiz Antonio Furtado da Costa e Dr. Luiz Paulo Carvalho G. Ferraz, na condição de defensores dativos, em virtude da ausência de Defensoria Pública nesta Comarca e da hipossuficiência do acusado, condeno o Estado do Maranhão a pagar ao profissional o valor correspondente, na tabela de honorários da OAB/MA, à atuação na Sessão do Júri, a título de honorários advocatícios, valor que se mostra compatível com o trabalho e desempenho do(s) mesmo(s) na defesa do réu hipossuficiente.

Dou esta sentença por publicada neste ato, saindo de logo intimados os presentes. Transitada em julgado, arquivem-se, com as devidas baixas.

Araioses, 20 de abril de 2018.

Marcelo Fontenele Vieira

Juiz de direito titular da 1ª Vara da Comarca de Araioses-MA

Chegou a Araioses a internet que você sonhava a ULTRANET – internet de alta velocidade

Já está operando em Araioses a ULTRANET – internet de alta velocidade com alto padrão de qualidade.

A empresa foi fundada para atender a falta de opções de qualidade no acesso à Internet que imperava em Araioses, com uma empresa focada no provimento de Internet Banda Larga.

Trabalhando sempre com foco na qualidade dos seus serviços e atendimento diferenciado a cada um de seus clientes, a empresa busca através de investimento contínuo em sua estrutura e monitoramento constante, oferecer uma relação de confiança com seus parceiros.

Agora só depende de você para ter em sua casa ou em seu estabelecimento comercial a internet que estava faltando em Araioses.

Ligue agora e adquira a sua pelo celular (98) 98818-9569

“O nazismo agiu assim contra judeus, liberais e comunistas”, diz Dino sobre tentativa de relacionar seu nome a ofício

O governador Flávio Dino, por meio das redes sociais, deu dura resposta à oposição sarneyzista que o ataca tentando relacionar seu nome a um documento absurdo que versa sobre operação policial em período eleitoral.

Página 2 – O governador Flávio Dino, por meio das redes sociais, deu dura resposta à oposição sarneyzista que o ataca tentando relacionar seu nome a um documento absurdo que versa sobre operação policial em período eleitoral. “Infelizmente vivemos essa época. Alguém inventa uma farsa, uma fraude, transforma isso em um ‘escândalo’ e alguns, por ideologia ou interesses, divulgam como sendo verdade. O nazismo agiu assim contra judeus, liberais e comunistas”, disse.

Dino afirmou que é um absurdo imaginar que um papel assinado por um oficial da PM possa ter sua orientação, apoio ou concordância. “Ao tomar conhecimento, mandei demitir o autor do papel disparatado. Mandei também apurar por que esse oficial da PM assinou aquele papel absurdo. Ele irá responder a processo disciplinar para esclarecer os fatos”, reiterou.

“Todos que acompanham a política do Maranhão sabem o nível de desespero do coronelismo maranhense, que vem tentando as mais diversas manobras para voltar ao poder”, continuou Flávio Dino, enfatizando que “sou servidor público há 29 anos, exercendo funções nos 3 Poderes. Nunca cometi uma ilegalidade. Nunca respondi a processo. Tenho biografia que me protege de armações e fraudes. A turma do mal vai perder de novo”.

O governador disse ficar curioso “como alguns podem afirmar que eu ordenei ou autorizei um oficial da PM, do interior, assinar um papel absurdo? Onde está um indício mínimo de tal ordem? Só delírio fascista ou desespero eleitoral para alguém acreditar nessa farsa”.

De acordo com Dino, a notícia não é verdadeira. “Não ordenei, não autorizei, não concordei. Mandei demitir o oficial que assinou aquele papel sem nenhum valor legal. E ele responderá a processo disciplinar”, completou.

Polícia abre apuração sobre documento ilegal emitido sem conhecimento do comando da PM

Raimundo Garrone – A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão determinou a abertura imediata de apuração sobre um documento emitido sem o conhecimento e a autorização do Comando da Instituição Policial Militar. A nota tratava de suposta determinação a Unidades do Interior sobre identificação de lideranças políticas.

“É um erro gravíssimo. Eu determinei a imediata exoneração dos responsáveis por essa nota. Não tem como permanecer na direção de um controle de processo eleitoral quem emite uma nota dessa”, diz o secretário da Segurança Pública, Jefferson Portela.

“A exoneração é de um dois ou quantos forem. A nota contraria as regras da democracia”, acrescenta Portela. De acordo com ele, “isso foi comunicado sem passar ao comando geral, o que não pode. Nós somos uma corporação que tem disciplina e hierarquia.”

O comandante geral da PM, Jorge Luongo, diz que o procedimento de apuração já foi instaurado: “Nós fomos pegos de surpresa com essa documentação indevida e não autorizada. É um absurdo, uma nota ilegal que não foi emanada pelo comando da instituição. De pronto, a gente repudia esse levantamento”.

“Determinamos de imediato a abertura de um procedimento apuratório para atribuir a responsabilidade a quem errou, a quem tomou essa iniciativa”, acrescenta Luongo.

“Nossa PM não age dessa forma, nós queríamos tão somente levantar informações para iniciar o processo de planejamento [de segurança] para a eleição de 2018. E alguém avançou nessa questão de forma ilegal, absurda e arbitrária”, diz o comandante da PM.

Nota oficial

Em comunicado oficial na noite de quinta-feira (19) já havia classificado a nota de “equívoco grave e sem precedentes”.

Veja a íntegra da nota:

“A Polícia Militar do Maranhão vem a público esclarecer que o documento que circula nas redes sociais onde supostamente se determina às Unidades do Interior que identifiquem lideranças antagônicas ao Governo Local e Estadual é um equívoco grave e sem precedentes, não autorizado pelo Comando da Instituição Policial Militar, que na sua gênese procurava tão somente catalogar dados informativos e estatísticos que subsidiassem um banco de dados para a elaboração do planejamento do policiamento das eleições 2018.

Informa que logo que este equívoco foi identificado, tomou medidas imediatas para corrigir tal erro e tornar sem efeito tais medidas, assim como instaurou um procedimento de apuração legal para as devidas providências que o caso requer.

Coronel PM Jorge Luongo – Comandante geral da Polícia Militar do Maranhão”

Flávio Dino reúne 14 partidos para elaboração de novo programa de governo

Jorge Vieira – O governador Flávio Dino reuniu, ontem, presidentes de 14 partidos que compõe seu amplo arco de alianças com o objetivo de elaborar novo Programa de Governo. Com enorme apoio popular e partidário, o governador consolida, cada vez mais, sua liderança, enquanto adversários definham ou não conseguem emplacar.

A presença de presidentes e representantes de 14 partidos demonstra que o modelo de gestão adotado por Flávio Dino em seus quase três anos e meio à frente do Maranhão está sendo aprovado não só pela população, mas também pelos políticos do estado.

“Hoje fiz uma reunião com presidentes de 14 partidos políticos, que estão comprometidos com um 2º ciclo do governo moderno e transformador no nosso Estado. Vamos fazer juntos os Diálogos pelo Maranhão, para elaborarmos nosso novo Programa de Governo”, destacou ontem, por meio das redes sociais, o governador.

Demonstrando espírito democrático ao dialogar com todas as legendas que compõe o seu campo partidário, Flávio Dino mostra a diferença da cultura das imposições que eram feitas no passado.

A reunião de ontem também definiu a provável chapa majoritária de Flávio Dino para as eleições de outubro. Ao lado de Weverton Rocha – já escolhido como nome para o Senado – o governador pousou para foto com Carlos Brandão – provável vice-governador novamente – e Eliziane Gama, que deve ser a segunda escolhida para concorrer a uma vaga no Senado Federal.

Os partidos que participaram da reunião e garantiram total apoio a reeleição do governador foram: PCdoB, PT, PPS, PRB, PTB, PTC, SD, PEN, PSB, PP, DEM, PR, apenas o presidente do PROS, Gastão Vieira, não esteve presente por motivo de viagem ao exterior.

Bacharel em Direito envolvido em assaltos é assassinado com dois tiros no tórax em Imperatriz

Gilberto Lima – O bacharel em Direito e assaltante João Lucas Alexandre, 40 anos, foi assassinado por volta das 16h50 desta quinta-feira (19) em frente a uma garagem na Rua Rio Grande do Norte, entre as Ruas Monte Castelo e Aquiles Lisboa, Bairro Mercadinho, em Imperatriz.

Os dois assassinos estavam em um Fiat Uno, de cor vermelha. O carona teria baixado o vidro do carro e deflagrado dois tiros com uma escopeta.

Após efetuar os disparos que acertaram o tórax e o pescoço da vítima, os assassinos fugiram pela Rua Rio Grande do Norte, sentido Bairro Bacuri.

A equipe médica do Samu esteve no local e tentou levar João Lucas ao hospital, mas ele não resistiu e morreu dentro da ambulância. O corpo foi levado direto para IML de Imperatriz

João Lucas tinha várias passagens pela policia por crime de assalto. Uma das ações criminosas comandada por João Lucas foi o assalto ao Posto de Combustível Arizona, localizado na BR 010, entre o Povoado Bananal e a cidade de Governador Edson Lobão, no ano de 2012.

Na ocasião, o bando de João Lucas roubou R$ 85 mil, sendo R$ 70 mil em espécie e R$ 15 mil em cheques. O bando tinha ficado sabendo do dinheiro que tinha sido arrecadado no fim de semana.

João Lucas morava no Bairro Mercadinho e era filho do proprietário da Casa Lucas. O crime tem características de acerto de contas.

Com esse assassinato, subiu para cinco homicídios registrados no mês de abril, em Imperatriz.

Governo do Cristino está morto, fedendo, só falta enterrá-lo

O governo de Cristino não existe, pois já morreu

A última notícia – TCE declara inadimplência do prefeito de Araioses – sobre o prefeito de Araioses retrata uma gestão sem controle com a coisa pública, que expõe a todos a situação extremamente vergonhosa pela qual passa o povo araiosense.

Cristino Gonçalves de Araújo nos envergonha cada vez mais. Foi o único prefeito, entre os 217 gestores maranhenses que não prestou conta junto ao TCE – Tribunal de Contas do Estado do que fez com nosso dinheiro no exercício de 2017. O prazo final foi dia 5 de abril, do mês em curso.

O que ele deveria fazer e não fez ao órgão fiscalizador estadual era mostrar em que foram gasto os mais de 70 milhões que entraram nas contas da prefeitura no ano passado.

Não é difícil entender porque isso não ocorreu. Afinal, como é do conhecimento de todos, Cristino não manda em nada na prefeitura e os que mandam não estão nem aí para o futuro dele. Ele não tem noção do que ocorre diante de seu bigode. Se ele vai ter o mesmo destino de Manin Leal (reveja AQUI o caso) a eles pouco importa.

Coloca-se a narrativa no plural é porque sabemos que Sônia manda muito, mas nessa hierarquia ainda tem mais gente com poderes acima do que tem o prefeito. Uma lástima, infelizmente!

Ter supostamente no comando de nossa prefeitura um gestor, que de longe é pior de todos os tempos, nos causa uma indignação que não tem mais tamanho. O maior sonho do araiosense é ver essa gente pelas costas o mais rápido possível.

Chega de vergonha, chega de vexame, chega de escândalo – um seguido de outro.

Não existe mais governo. Os compromissos assumidos com o povo foram jogados na lata do lixo. Cristino e seu bando não estão nem aí para o nosso destino. Para eles pouco importa se nenhum dos serviços essenciais da prefeitura não funciona.

O governo daquele se apresentou em campanha como um homem sério, competente e compadecido com a sorte do araiosense está morto, fedendo e só falta enterrá-lo.

Em respeito ao futuro de 50 mil araiosenses, que isso ocorra o mais rápido possível.

Equipes iniciam cadastramento do Cheque Minha Casa para famílias atingidas pela chuva

Equipes prestam apoio a moradores de Trizidela do Vale. Foto: Divulgação

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) já iniciaram o cadastramento de famílias para receber o Cheque Minha Casa, anunciado pelo governador Flávio Dino na última sexta-feira (13). Como as inundações e alagamentos danificaram moradias e muitas famílias perderam bens materiais, além de enviar mantimentos, o Governo do Estado vai conceder cheques no valor de até R$ 5 mil para reconstrução da moradia e compra de eletrodomésticos e móveis. A inclusão no benefício e o valor do cheque vão depender da extensão dos danos.

Serão beneficiadas famílias dos municípios do interior que decretaram situação de emergência, devido a inundações e alagamentos causados pelas fortes chuvas desde abril. Para receber o benefício, o Corpo de Bombeiros junto à Secretaria Estadual de Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), está fazendo o cadastramento dos beneficiários e  a mensuração do valor do cheque. A loja que receber o Cheque Minha Casa terá desconto do ICMS.

Segundo informações do chefe do Departamento de Gestão de Riscos da Defesa Civil, capitão Fernandes, o cadastro já está sendo concluído nas cidades mais atingidas pelas chuvas e com maior número de famílias afetadas.

“Já estamos finalizando o cadastramento em Trizidela do Vale e Pedreiras, vamos agora para Marajá do Sena. A mensuração do valor que cada família irá receber será feito pela Secretaria Estadual de Cidades e Desenvolvimento Urbano, conforme determinação do governador”, explicou o capitão.

De acordo com informações da Secid, até o final da semana as equipes vão trabalhar na avaliação dos danos de cada família nas cidades de Trizidela do Vale, Pedreiras e Marajá do Sena. Na semana que vem, as equipes da secretaria junto ao Corpo de Bombeiros seguem para Caxias, Presidente Vargas e São João do Soter.

“Nós vamos levar o benefício à população atingida pelas enchentes nos municípios oficialmente em situação de emergência. O que há de novo nesta versão do programa é que além do valor de até R$ 5 mil para reconstrução das moradias danificadas ou destruídas, nós vamos fornecer os cheques para que as pessoas possam adquirir móveis e eletrodomésticos essenciais”, diz a secretária de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Flávia Alexandrina.

Toda ação está sendo oficializada em um decreto e um edital emitido pelo Governo do Maranhão.

Famílias atingidas

O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), por meio da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDECMA), registrou aumento do número de famílias afetadas pelas inundações em Pedreiras e Trizidela do Vale.

Segundo informações do CBMMA, a cidade de Pedreiras está com 182 famílias desabrigadas; e Trizidela do Vale, com 419 famílias. Nos onze municípios que decretaram situação de emergência, e nos que ainda não decretaram como Bacabal, Imperatriz, Codó, Timbiras e Cantanhede, foram registradas 2.354 famílias atingidas pelas chuvas.

Equipes do CBMMA continuam atuando nas áreas inundadas ou alagadas junto as equipes da Defesa Civil, da Força Estadual de Saúde do Maranhão (Fesma) e de equipes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), do Comando Tático Aéreo (CTA) e das prefeituras municipais.

Além de auxiliar no transporte marítimo de médicos e demais profissionais de saúde para atender a população em áreas de alagamento e difícil acesso terrestre, as equipes do Corpo de Bombeiro também trabalham no cadastramento de famílias desabrigadas e no atendimento de diversas ocorrências.

Fonte: Secap