Com caminhada e ato político em Colinas, Márcio Jerry agradece expressiva votação

Eleito no último domingo (7) com 134.223 votos para o cargo de deputado federal, Márcio Jerry voltou esta semana à sua cidade natal, Colinas, para agradecer a expressiva votação. Márcio Jerry foi o terceiro deputado federal mais votado nestas eleições e o primeiro da sua coligação.

Acompanhado de lideranças, integrantes da campanha e de eleitores, ele caminhou pelas ruas da cidade em clima de festa. Em discurso à população, Márcio Jerry agradeceu os votos e renovou o compromisso de ajudar o governador Flávio Dino a fazer mais pelo Maranhão.

“Agradeço a cada um que contribuiu com esta trajetória, que trabalhou por esta campanha e também à população do nosso estado, que está ajudando com o voto a construir uma nova história para o Maranhão. Nosso mandato será mais uma etapa da militância de uma vida inteira em favor do que é bom, belo e justo”, afirmou ele.

O ato político contou também com a participação da prefeita de Colinas, Valmira Miranda, e dos ex-prefeitos Ewerton Costa e José Henrique Brandão, além de vereadores de Colinas e de municípios vizinhos.

A prefeita Valmira Miranda reforçou a importância da vitória de Márcio Jerry para o município de Colinas. “Agora temos, além de um vice-governador, um deputado federal que é da nossa terra. Márcio Jerry é da cidade de Colinas, ama a sua terra natal e vai ajudar a trazer muitas melhorias para a nossa cidade”, disse.

Carta aos pais e mães da besta fascista

Publicado originalmente no TIJOLAÇO

Senhores ministros, desembargadores, juízes.

Senhores editores, comentaristas, jornalistas políticos.

Senhores donos e programadores de TV que encheram telas e alto-falantes do “mundo-cão” e dos brados de “senta o dedo”.

Apresento-lhes o seu filho, o fascismo.

Não é mais apenas o “bebê de Rosemary” que os ajudou a depor um governo eleito.

Ele já está andando sozinho na rua, pela mão de Jair Bolsonaro.

Leva porretes para bater nos “indesejáveis”.

Carrega capim em carroças para “dar” a eleitores nordestinos.

Já fala “direitinho” palavras como “esquerdopata” (porque ser de esquerda é doença), que as mulheres “não são higiênicas” se forem feministas, já diz que vai prender, bater, torturar, matar, metralhar.

Bate palmas para quem vilipendia uma morte, quebrando em público uma singela placa com o nome de uma mulher assassinada.

Sobretudo, já fez as pessoas   se tornarem adoradoras de um novo deus, pagão e mau, o “Mito”, que trocou a cruz do sacrifício pela pistola do exterminador.

Não neguem que este horror disforme que assola a sociedade seja seu filho. Em seu DNA está a intolerância, a ideia de que a sociedade se divide em homens e mulheres bons e homens e mulheres maus, e que a estes cabem, pela ordem, porrada, bala, lei e cadeia.

Os senhores transformaram a cela, a cadeia, a prisão nos ícones da realização da felicidade, em lugar da escola, do trabalho e fizeram do monstro o mito adorado.

Agora, o menino está a ponto de pegar a chave da casa.

E, lamento informar, virá cheio de apetite sobre os senhores.

Seu amiguinho fardado, a muito custo, está sendo contido.

– Espera, espera, depois a gente…

Pois é, esperem.

Porque não será outro o destino de vocês, diante da fome infinita de inimigos, o alimento envenenado que produzem em sua mente obcecada.

Se querem escapar, não usem o mimimi de que “todos são iguais”.

Os que vocês chamam de “iguais” a ele nunca fizeram apologia da morte, da discriminação, nunca tomaram bens de ninguém e nunca os impediram, infelizmente, de usarem o poder que têm, ainda que fosse para amalgamar o mal.

Ou é preciso alguém de fora, como o alemão (que aqui vive há seis anos), Philipp Lichterbeck , na Deutsche Welle?

Agora me pergunto por que 49 milhões de brasileiros se sentem representados por um homem que, em toda a sua vida, não fez muito mais do que passar 27 anos sentado no Parlamento, embolsando um tremendo salário. Nesse período, ele nunca se importou em ofender pessoas e falar grosso. Aí ele colocou os próprios filhos nesse negócio lucrativo que é ser político no Brasil. Também eles não se importam em ofender pessoas e espalhar o ódio. E essa família é ovacionada pelas massas. Como explicar isso para alguém de fora? O Brasil não queria ser um país sério?

Nós resistiremos, se preciso, a outra noite e contra ela vamos nos imolar em luz.

Vocês, porém, vão mergulhar no medo e na treva, rastejando diante do senhor que geraram e pariram.

Torçam por nós, mesmo nos odiando. Somos a última defesa que vocês possuem.

Daniella Tema foi votada em 178 dos 217 municípios maranhenses

Em uma extraordinária campanha, Daniella Tema foi votada em 178 dos 217 municípios maranhenses provando que sua mensagem chegou praticamente a todo o Maranhão. Em alguns, ela teve votação surpreendente, como no pequeno município de Sucupira do Norte, onde obteve 999 votos.

Sua maior votação apareceu em Tuntum onde obteve 6.486 votos.

Dr. Cleomar Tema, prefeito de Tuntum e seu esposo foi o coordenador de sua campanha.

Abaixo a votação de Daniella Tema:

01 Açailândia 99

02 Alcântara 11

03 Altamira 5

04 Alto Alegre 240

05 Amarante 12

06 Amapá 287

07 Anajatuba 4

08 Araguana  1

09 Araiose 183

10 Arame 22

11 Arari 7

12 Axixa  7

13 Bacabal 64

14 Bacuri  3

15 Balsas 65

16 Barão do Grajaú 20

17 Barra do Corda 2.975

18 Barrerinha 2.371

19 Bela Vista 11

20 Benedito leite 5

21 Bequimão 9

22 Bernando  Mearim 5

23 Bom Jardim 8

24 Bom J.das selvas 15

25 Bom lugar 05

26 Brejo 7

27 Brejo de areia 2

28 Buriti 01

29 Buriti bravo 463

30 Buriticupu  02

31 Buritirana 05

32 Cachoeira grande 02

33 Cajapior 05

34 Campestre 05

35 Cândido Mendes 453

36 Capinzal do Norte 898

37 Carutapera 12

38 Caxias 47

39 Cedral  08

40 Chapadinha 03

41 Cidelândia 05

42 Codó 121

42 Coelho Neto 01

44 Colinas 155

44 lago Açu 218

45 Coroatá  48

46 Cururupu 5

47 Davinópolis 14

48 Dom Pedro 731

49 Duque Bacelar 01

50 Esperantinópolis 11

51 Estreito 42

52 Feira Nova 01

53 Fernando Falcão 104

54 Formosa da S Negra 2

55 Fort. dos Nogueira 3

56 Furtuna 1020

57 Godofredo Viana 8

58 Gonçalves dias 189

59 Gov. Archer  611

60 Edson lobão 164

61 Eugênio Barros 154

62 Luiz Rocha 391

63 Newton Belo 6

64 Nunes Freire 8

65 Graça Aranha 273

66 Grajaú 53

67 Guimarães 11

68  Humberto de Campos 70

69 Icatu  01

70 Igarapé grande 4

71 Imperatriz 333

71 Itaipava do Grajaú 02

72 Itapecuru Mirim 12

73 Itinga 27

74 Jatobá 24

75 Jenp. vieiras 30

76 João Lisboa 25

77 Joselandia 457

78 Junco do Maranhão 44

79 Lagoa grande 05

80 Lago da pedra 35

81Lago dos Rodrigues 08

82 Lajeado novo 05

83 Lima campos 07

84 Loreto 4

85 Luiz Domingues 311

86  Magalhaes de Almeida  02

87 Maracaçumé 15

88 Maracanãzinho 01

89 Mata Roma 01

90 Marinha 25

91 Milagres 02

92 Mirador 243

93 Miranda do Norte 03

94 Mirizal 16

95 Moção 07

96 Montes altos 03

97 Morros 01

98 Nina Rodrigues 01

99 Nova colinas 17

100  Nova Iorque 993

101    Nova Olinda do Maranhão 01

102 Olho d’ água 01

103 Olinda Nova 01

104 Paço do lumiar 448

105 Palmeirandia 03

106 Paraibano 595

107 Parnarama 29

108 Passagem franca 15

109 Pastos Bons 2.800

110 Paulino Neves 33

111 Pedreiras 124

113 Pedro do Rosário 6

114 Penalva 13

115 Peri  Mirim 22

116 Peritoro 59

117 Pindaré Mirim 7

118 Pinheiro 17

119 Pirapemas 06

120 Poção de pedras 872

121 Porto Rico 01

122 P Dutra 4 222

123 Pre. Juscelino 03

124 Pre. Médici  05

125 Pre. Sarney 02

126 Pre. Vargas 01

127 Raposa 13

128 Ribamar Fiquene  07

129 Rosário 328

120 Samambaia 01

131 Santa Filomena 309

132 São Luiz  2.314

133  Sucupira  do Riachão 10

134 T. Fragoso 03

135 São João  dos Patos 2.392

136 São  José de Ribamar 225

137 São José dos Basilios 372

138 São Luiz Gonzaga 04

139 São Mateus 21

140 São Pedro Crentes 04

141  São  Raimundo das  Mangabeiras 08

142 Doca Bezerra 02

143 São Roberto 01

144 São Vicente Ferre 01

145 S.Alexandre Costa12

146 S. Lá Roque 46

147 Serrano 01

148 Sitio Novo 27

149   Sucupira do Norte 999

150   Santa Helena 03

151  Santa Inês  60

152  Santa Luzia 27

153  Santa Luzia do Paruá  125

154  Santa Quitéria 15

155  Santa Rita 11

156 Santo Amaro 10

157 Santo Antônio dos Lopes 31

158  São Bento 12

159 São Bernardo 01

160 São domingos do Azeitão 30

161 São domingos do Maranhão  568

162 São Francisco do Brejao  01

163 São João Batista 04

164  São João do Paraíso 36

165 São João do soter 01

166 Timbiras 2

167  Timon 36

168  Trizidela do Vale 191

169 Tuntum  6.486

170 Turiaçu  10

171 Turilandia 01

172 Tutóia 06

173 Urbano santos 03

174 Vargem Grande 10

175 Viana  951

176 Vlia Nova dos Martírios 03

177 Viturino Freire 02

178  Ze Doca 03

Roseana Sarney apoiará Bolsonaro no Maranhão

Por John Cutrim

Derrotada nas urnas juntamente com seu grupo político, Roseana Sarney (MDB) apoiará o nome do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) no Maranhão.

Depois de passar a campanha toda dizendo ser aliada e amiga do ex-presidente Lula, Roseana mais uma vez agirá contra o PT. Assim foi quando articulou o impeachment de Dilma para que o presidente Temer assumisse. Na festa de comemoração do impeachment, chegou a dizer que tinha apostado no cavalo certo com Temer

Apesar de na campanha eleitoral esconder isso, fica evidente agora que Roseana apenas tentou se aproveitar da imagem de Lula para angariar votos no estado.

Segundo a justificativa de Roseana para ficar com Bolsonaro, não é possível apoiar Haddad porque a sua vice, Manuela D’Ávila é do PCdoB, partido do governador Flávio Dino. Importante lembrar que os comunistas foram aliados a vida toda dos petistas e o PT já estava coligado com o PCdoB no primeiro turno, no entanto só agora a filha de Sarney descobriu.

Flávio Dino foi reeleito governador do Maranhão em primeiro com teve 59,29% dos votos válidos aplicando uma vitória acachapante contra Roseana Sarney, que ficou somente com 30,07%.

Prefeito Cristino dar a menor votação da história dos prefeitos de Araioses a seus apoiados

Por Marcio Maranhão

Mesmo com a máquina pública nas mãos e nadando em dinheiro, sem falar nas duvidosas contratações de ultima hora, Cristino deu votação singela a seus candidatos a deputado estadual e federal em comparação a outros gestores, que mesmo em situação semelhante de muita rejeição, deram votação expressiva a seus candidatos.

Só a título de exemplo, em 2010 Luciana deu a seu candidato estadual 3.610 votos e ao federal 4.485. Valéria Leal em 2014 foi mais além, dando ao estadual 4.665 e ao federal 5.157, contra os atuais de Cristino, o estadual do prefeito levou apenas 1.373 e o federal 1.584. Os números conseguidos por Cristino, à peso de ouro vale lembrar, aponto de movimentar várias lideranças e esvaziar grupos políticos de adversários, ficou muito aquém da expectativa, abaixo até de lideranças sem mandato no município.

VOTAÇÃO PARA DEPUTADOS ESTADUAIS E FEDERAIS EM ARAIOSES NAS ELEIÇÕES DE 2010

VOTAÇÃO PARA DEPUTADOS ESTADUAIS E FEDERAIS EM ARAIOSES NAS ELEIÇÕES DE 2014

Haddad diz que vai até enfermaria para debater com Bolsonaro

‘Faço o que ele quiser para dizer o que pensa’, disse o petista ao ser informado do cancelamento do debate

Clarissa Oliveira, O Estado de S.Paulo

Brazil’s presidential candidate for the Workers’ Party (PT), Fernando Haddad, talks to the media before a meeting with governors, in Sao Paulo, Brazil on October 10, 2018. (Photo by NELSON ALMEIDA / AFP)

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, reagiu nesta quarta-feira à decisão do rival Jair Bolsonaro (PSL) de não participar do debate da TV Bandeirantes, nesta semana. Ao ser informado que o adversário alegou restrições médicas a situações de stress, Haddad disse que aceita ir até uma enfermaria para debater.

“Eu vou até uma enfermaria na boa, para fazer o debate”, afirmou Haddad. “Ele falou que não quer se estressar? Vou falar docemente, nem altero a voz. Faço o que ele quiser para ele dizer o que pensa”, afirmou Haddad, ao ser informado do cancelamento do debate enquanto concedia entrevista à imprensa estrangeira. “Os brasileiros precisam saber a verdade”, emendou Haddad.

Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência da República Foto: Nelson Almeida/AFP

O candidato do PT também se queixou de fake news lançadas contra sua campanha e afirmou já ter obtido na Justiça o direito de retirar 33 vídeos do ar. Embora tenha ponderado que o peso das notícias falsas tende a ser menor neste segundo turno, ele reforçou que é necessário o debate direto entre candidatos.

“Essa turma da extrema direita não tem pudores em jogar pesado, jogam com o que estiver na mão, passam em cima da sua honra, da sua família.” Ele afirmou ainda ser preciso “conter as mentiras” que seu “adversário está jogando na internet”. E engatou: “Não precisamos mentir sobre Bolsonaro, só mostrar como ele pensa.”

Críticas ao economista de Bolsonaro

Haddad também tentou associar o time de seu adversário à política do governo Michel Temer. O petista associou o emedebista ao economista Paulo Guedes, um dos principais conselheiros do candidato do PSL e provável ministro da Fazenda num eventual governo do capitão reformado. “Paulo Guedes é o Temer piorado. E nós vamos reverter essa política”, afirmou, lembrando que a agenda proposta por Guedes é a “agenda do Temer aprofundada”.

Questionado sobre os erros cometidos pelo próprio PT durante sua permanência no governo federal, Haddad afirmou que o partido deveria ter enfrentado desde o início as questões relacionadas ao financiamento privado das campanhas e dos partidos políticos.

“Erramos. Tínhamos que ter enfrentado essa questão na primeira hora”, afirmou. “Mas temos um legado muito importante, que tem que ser defendido, e temos o melhor programa de governo”, emendou.

Haddad prometeu dialogar com todos os setores, caso venha a ser eleito. Mas pontuou que há setores da sociedade que se mostram preocupados com a possibilidade de uma vitória de Bolsonaro. “Todas as centrais sindicais vão dar apoio à minha candidatura, porque têm medo de perder direitos”.

Míriam Leitão é nova jornalista vítima de ataques nesta eleição

Jornalista da Rede Globo virou alvo de patrulhas após afirmar que Jair Bolsonaro é risco à democracia. Mais de 120 jornalistas já foram vítimas de ataques

Por Redação Exame

MÍRIAM LEITÃO NO BOM DIA BRASIL: “Muita gente compara os dois [Bolsonaro e o PT], mas eles não são equivalentes” / Reprodução/ TV Globo (/)

Defensores de Jair Bolsonaro (PSL) estão divulgando uma imagem da jornalista Miriam Leitão, da Rede Globo, datada de seu fichamento durante a ditadura militar. “Presa assaltando banco portando um revólver calibre 38… Essa é a Miriam Leitão”, afirma o texto com fotos da jornalista da época.

Porém, a jornalista nunca foi presa e processada por roubo a mão armada. A informação falsa sugere que Miriam teria participado de um assalto à agência do Banespa, em São Paulo, em outubro de 1968. À época ela tinha 15 anos de idade e morava em Caratinga, Minas Gerais.

A imagem vinculada ao processo em que foi absolvida é por ter participado do PCdoB, um partido clandestino, mas sem ligação com ações armadas.

Miriam virou alvo da patrulha que tem difamado críticos de Bolsonaro nas redes sociais depois de ter criticado o candidato no Bom Dia Brasil desta segunda-feira. “Bolsonaro durante muito tempo criticou a democracia e fez a carreira em defesa da ditadura e da tortura”, disse Miriam. “Muita gente compara os dois [Bolsonaro e o PT], mas eles não são equivalentes. Jair Bolsonaro sempre teve um discurso autoritário. O PT tem grupos que apoiam a Venezuela, mas é um partido que nasceu, cresceu na democracia e sempre jogou o jogo democrático”, afirmou.

Segundo cientista político Alberto Almeida, autor do livro A Cabeça do Brasileiro, escreveu em sua conta no Twitter, a perseguição à jornalista é um sinal da “ditadura moderna”. “Não é preciso fechar o regime, mas somente intimidar fortemente quem faz qualquer crítica”.

Em entrevista recente a EXAME, o cientista político americano Steven Levistky, professor de Harvard e co-autor do livro Como as Democracias Morrem, afirma que o nível de polarização na política brasileira coloca, sim, a democracia em risco. “A polarização é muito perigosa. Ela pode matar uma democracia, porque os políticos e os cidadãos não ficam em alerta para os riscos e se tornam menos responsáveis em suas posições”, diz.

Neste ambiente tóxico, os jornalistas são um alvo preferencial. A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) registrou mais de 120 agressões a jornalistas em contexto político partidário e eleitoral este ano. Foram 59 atentados físicos e 64 ocorrências de assédio digital, como o que agora sofre Miriam Leitão.

TSE manda Facebook tirar do ar 33 links com notícias falsas contra Manuela D’Ávila

Textos vinculam imagem de candidata a vice-presidente a condutas ofensiva aos cristãos

Por Carolina Brígido e André de Souza

O GLOBO

Manuela D’Avila participa de evento com presidenciáveis Foto: Edilson Dantas/Agência O Globo

BRASÍLIA – O ministro Sérgio Banhos, do Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ), determinou nesta segunda-feira que o Facebook retire do ar em até 24 horas 33 links por conterem mensagens difamatórias a Manuela D’Ávila(PCdoB), candidata vice-presidente na chapa de Fernando Haddad(PT), e à campanha petista. Segundo a defesa do partido, somados, o alcance das notícias falsas chega a 146.480 compartilhamentos e 5.190.942 visualizações.

As notícias falsas vinculavam a imagem de Manuela a condutas ofensiva aos cristãos, além de atribuir à candidata a entrega de materiais pornográficos para crianças. O ministro do TSE reconheceu que foram feitas montagens nas imagens com o objetivo de manchar a imagem de Manuela.

“No caso dos autos, entendo viável a concessão da liminar, porquanto o conteúdo ora questionado mancha a imagem da candidata representante perante o público católico e cristão, com o objetivo evidente de interferir no pleito eleitoral. Ademais, a mídia foi claramente editada com uso de montagem – por meio da qual se desvirtuou o conteúdo original do vídeo produzido pela candidata representante para combater a homofobia nas escolas –, contendo agressão e ataque à imagem da candidata, atribuindo-lhe conceito sabidamente inverídico”, escreveu Sérgio Banhos.

O ministro pediu ao Facebook a disponibilização dos dados pessoais dos responsáveis pelas publicações, para eventual responsabilização dos autores. O site terá de enviar ao TSE em 48 horas a identificação do número de IP da conexão usada para realização do cadastro inicial no Facebook dos autores das páginas e os dados pessoais dos criadores e dos administradores dos perfis. Em caso de descumprimento, o ministro afirmou que poderá ser aplicada multa diária à rede social, sem especificar o valor.

No fim de semana, Sérgio Banhos e o ministro Carlos Horbach já tinham dado outras decisões ordenando a remoção de notícias falsas contra Manuela e Fernando Haddad, candidato a presidente do PT. Também determinaram que Facebook e Youtube informem o número de IP, que serve de identificação a um computador na rede.

Horbach mandou remover 33 postagens no Facebook e dois vídeos no Youtube. O pedido do PT era mais amplo, mas o ministro negou tirar do ar o restante. Em alguns casos, Horbach notou que havia “conteúdos de matérias jornalísticas ou que expressam opinião dos usuários de redes sociais, o que não caracteriza irregularidade eleitoral”.

Banhos mandou remover conteúdos contrários a Manuela. Cinco páginas no Facebook teriam atribuído a ela uma declaração sobre o desaparecimento do cristianismo e de que seria mais popular que Jesus. O ministro entendeu que “o conteúdo ora questionado mancha a imagem da candidata representante perante o público cristão, com o objetivo de interferir no pleito eleitoral”.

Com os bancos de Araioses fechados, comerciantes araiosenses passam pelos piores momentos de suas vidas

Banco do Brasil de portas fechadas para reforma, após o assalto

A situação dos comerciantes de Araioses é desesperadora. Se a situação já era ruim pior ficou após os assaltos aos bancos da cidade, ocorridos no dia 4 passado.

Com os bancos fechados as pessoas que recebem seus pagamentos nessas instituições – aposentados, pensionistas e servidores públicos – se deslocam até Parnaíba/PI, onde recebem seus dinheiros e lá mesmo fazem suas compras.

Não é exagero dizer que com os bancos de Araioses fechados, os comerciantes araiosenses passam pelos piores momentos de suas vidas. Isso porque muitos não retornam aos estabelecimentos comerciais de Araioses, nem para pagar o que devem.

Os comerciantes araiosenses – os maiores prejudicados nesse contexto-, não devem ficar de braços cruzados e sim procurar a justiça para que essa estipule um prazo, o mais rápido possível, para o retorno do funcionamento.

Antes que o estrago seja irreparável.

Ferramenta do diabo: Pastor espalha fake para fomentar o ódio contra Manuela D’Ávila

O pastor Aldir Damasceno faz campanha para Bolsonaro espalhando mentiras contra Haddad e Manuela D’Ávila

Raimundo GarroneO pastor Pedro Aldi Damasceno ao espalhar mentiras contra Fernando Haddad (PT) e Manuela D’Ávila (PCdoB) para influenciar fiéis a votar em Jair Bolsonaro (PSL) estaria à serviço de Deus ou do diabo?

Sem dar a mínima aos ensinamentos bíblicos que condenam duramente quem propaga falsidades, ele fez circular um áudio nas redes sociais acusando a comunista de chamar Jesus de gay.

Presidente da Convenção Estadual da Igreja Assembleia de Deus no Maranhão, o pastor repercutiu uma  fake news, onde a camisa da candidata a vice-presidente estampa que Jesus é Travestir.

“Uma das advertências que as Escrituras fazem é a de que a mentira é filha do diabo. Portanto, servir a mentira ou lançar mão da mentira é fazer um pacto com o diabo. É servir ao diabo”, lamenta o pastor Ariovaldo Ramos, um dos coordenadores da Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito

Já que a mentira é a principal ferramenta do diabo na missão de conduzir a humanidade ao inferno (Hebreus 6.18), o líder evangélico aproveitou a foto montada com D’Ávila para fomentar o ódio e o desprezo contra Haddad.

“Ele não tem voto nosso, não tem apoio nosso, tem repugnância. Um cara desse que a vice diz que Jesus é gay é uma miséria”, sentencia. (Ouça aqui).

Não satisfeito, Pedro Aldi ainda professa com a cara e a voz que Deus lhe deu que o “repugnante” e “nojento” candidato do PT à presidência “quer fechar as igrejas” por ser “inimigo dos crentes”.

Uma outra patranha, “porque a sua boca fala do que está cheio o coração” (Lucas 6:45). 

Se uma das advertências que as Escrituras fazem é a de que a mentira é filha do diabo, quem dela se utiliza faz um pacto com o “coiso”.

As ovelhas desse pastor que se cuidem…

Com informações do blog do Gilberto Leda

Alckimun chama Doria de traidor em reunião do PSDB

Por Fernando Brito

Nem o frio Picolé de Chuchu aguentou. Em reunião do PSDB que está ocorrendo agora, segundo a coluna Painel, de Daniela Lima, na Folha, Geraldo Alckmin chamou João Doria de “traidor” e de “falso”:

 O esfacelamento do PSDB ficou evidente na reunião da direção nacional da sigla, nesta terça (9), em Brasília. Num episódio atípico para seu perfil,  Geraldo Alckmin, presidente do partido, chamou João Doria (PSDB), candidato da sigla ao governo de São Paulo, de “traidor”, informam Daniela LimaThais Arbex e Thais Bilenky.

Doria participa do encontro e houve debate. A reunião acontece a portas fechadas e ainda não acabou. O Painel confirmou o episódio com três fontes que estão no local. Um dos integrantes da sigla que relatou a discussão diz que o presidenciável ainda teria justificado: “Eu não sou falso”. O contexto das declarações ainda não está claro.

Alckmin foi o responsável pela ascensão de Doria dentro do PSDB. O presidenciável tucano comprou uma briga interna pesada para lançar o então aliado à prefeitura de São Paulo, em 2016.

Após vencer a disputa, Doria passou a flertar com a ideia de concorrer à Presidência. Alckmin se impôs, saiu candidato ao Planalto e Doria deixou a prefeitura para disputar o governo do Estado. Ao longo da campanha, porém, com o padrinho político passando por dificuldades, o ex-prefeito subiu o tom de seu discurso, aproximando sua fala da de Jair Bolsonaro (PSL).

No domingo (7), logo após a votação do primeiro turno, quando Alckmin já havia perdido e o PSDB amargava o pior resultado desde sua fundação, Doria declarou apoio a Bolsonaro.

Candidato ao governo paulista, Doria está em uma ofensiva para tirar Alckmin do comando nacional do PSDB. O ex-prefeito disputa o governo paulista e quer tomar controle do partido, aproveitando-se da derrota de Alckmin na eleição presidencial.

O punhal está cravado nas costas faz tempo, mas agora, pela primeira vez, Alckmin gritou. Nas rodas tucanas, João só é chamado de Traidoria.

Em Bequimão, Roberto Rocha não se elegeria nem a vereador

Jorge Vieira – A pífia votação do senador Roberto Rocha (PSDB) para o governo do Maranhão segue repercutindo no meio político.

Há municípios em que a votação obtida pelo tucano não garantiria eleição nem mesmo para a Câmara de Vereadores. É o caso do município de Bequimão. Com mais de 17 mil eleitores, ‘Asa de Avião” obteve apenas 75 votos, ou seja 0,64% dos votos válidos.

Bequimão tem 11 vagas na Câmara e o vereador eleito com a menor votação em 2016 obteve 334 votos. Com a esdrúxula votação, Rocha pode ser convidado, no máximo, para ser bucha de canhão na eleição proporcional do município em 2020.

Traíra é um dos peixes tradicionais dos campos da Baixada, mas na política não se cria. As urnas provaram isso mais uma vez.

Haddad recebe apoio de Flávio Dino e mais três governadores reeleitos

Página 2 – Os governadores reeleitos do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), da Bahia, Rui Costa, do Ceará Camilo Santana, e do Piauí, Wellington Dias, todos do PT, reafirmaram apoio ao candidato a presidente Fernando Haddad, durante reunião, na tarde desta terça-feira (9).

“Juntos pelo Brasil! Reunião hoje com os governadores reeleitos Wellington Dias, do Piauí, Camilo Santana, do Ceará, Rui Costa, da Bahia, e Flávio Dino, do Maranhão. Uma honra poder contar com vocês! Vamos juntos ganhar essa eleição!”, escreveu Haddad em sua conta nas redes sociais.

Após a vitória, no último domingo, 7, o governador Flávio Dino anunciou apoio ao candidato do PT à Presidência da República. “Sobre 2º turno para Presidente: a agenda econômica de Bolsonaro aponta para privatizações, perda de soberania nacional e redução de direitos sociais. Ou seja, continuação de Michel Temer. Em defesa do Brasil e dos mais pobres da Nação, farei ainda mais pela candidatura HADDAD”, afirmou por meio do Twitter.

Camilo Santana obteve a maior votação entre os governadores do país com 79% dos votos válidos. O governador da Bahia, Rui Costa, foi reeleito com mais de 75% dos votos válidos. O piauiense Wellington Dias foi reeleito com 55% dos votos válidos.

PSB oficializa apoio a Haddad no segundo turno

Do Poder360

O PSB anunciou, nesta 3ª feira (9) apoio ao candidato a presidente Fernando Haddad (PT) contra Jair Bolsonaro (PSL) no 2º turno das eleições presidenciais.

A decisão foi divulgada na sede do partido, em Brasília. Alguns do nomes que participaram foram o presidente da sigla Carlos Siqueira, o governador e candidato à reeleição Rodrigo Rollemberg (DF), o governador reeleito Paulo Câmara (PE) e o deputado federal eleito João Campos (PE), filho de Eduardo Campos.

“A decisão que será levada ao diretório é deixar que, onde os Estados têm 2º turno, os diretórios regionais decidam. Portanto essa decisão caberá ao diretório regional do Distrito Federal”, afirmou Rollmebrg. 

Sobre a sua decisão nas eleições presidenciais, Rollemberg disse que não vai se “posicionar contra ninguém, mas a favor de teses.”

Daniella e Tema agradecem ao povo maranhense pela expressiva vitória

Djalma Rodrigues – A deputada estadual eleita Daniella Tema (DEM), e o esposo, o prefeito de Tuntum e presidente da FAMEM, Cleomar Tema agradecem ao povo do Maranhão pela expressiva vitória conquistada nas urnas no último dia. O casal dedica o resultado das urnas aos mais de 40 mil eleitores que sufragaram o nome de Daniella para representá-lo na Assembleia Legislativa a partir de janeiro de 2019.

Daniella e Tema afirmam que a campanha se transformou numa dura batalha, numa jornada extenuante, mas ao mesmo tempo satisfatória, em decorrência do estreitamento do contato com o povo, em todas as regiões do Estado. “Foi um bom combate, onde pude, pela primeira vez estabelecer esse contato corpo a corpo com povo do meu  Estado”, afirmou a parlamentar eleita.

“Tive uma grande e saborosa experiência, sempre com o apoio do povo e do meu esposo, grande companheiro, grande incentivador e um grande professor, o Tema, uma das principais lideranças políticas do Estado. Os maranhenses podem esperar um mandato voltado para as classes menos favorecidas. Vou retribuir com muito trabalho essa demonstração de confiança que o povo mostrou para comigo”, afirmou Daniella Tema.

Já o esposo da deputada eleita, Cleomar Tema, destacou que mais uma vez teve o apoio popular e falou um pouco sobre sua trajetória política, iniciada em 1990, quando se elegeu prefeito de Tuntum, sem jamais haver experimentado o gosto amargo de uma derrota.

Em quase três décadas de vida pública, Cleomar Tema, que está no quinto mandato de prefeito em sua cidade e no terceiro como dirigente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), ressalta que isso é o fruto de uma constante busca do melhor para o povo, da conciliação e em razão de fazer o que gosta.

Em todas as campanhas que participou, ele saiu vitorioso, seja apoiando candidatos ao governo do Estado, ao Senado da República, à Câmara Federal, Assembleia Legislativa e à prefeitura de Tuntum. Por conta dessa vitoriosa trajetória, ela emite mais uma vez agradecimento ao povo maranhense pela vitória de sua esposa, Daniella Tema, como deputada estadual.