SINDSEPMA convoca sócios para manisfestação nesta sexta-feira (10)

Antonio José – presidente do SINDSEPMA

Prefeitura de Araioses, direção do SINDSEPMA – Sindicato dos Servidores do Município de Araioses e Ministério Público se reuniram ontem (08). Na pauta o pagamento das férias dos professores e dos salários referente ao mês de julho, dos demais servidores do município que ainda não foram pagos.

Alegando dificuldades financeiras o representante da prefeitura propôs que o sindicato aceitasse que as férias fossem pagas em dez parcelas, o que não foi aceito pela direção do sindicato. Quanto aos demais salários atrasados ficou para serem pagos amanhã, sexta-feira, dia 10.

A proposta do sindicato quanto às férias é que essas sejam pagas em duas vezes. Nenhum acordo foi fechado, pois a proposta do SINDSEPMA ficou de ser analisada e uma resposta será dada na próxima segunda-feira (13).

Enquanto isso a direção do sindicato decidiu por manter a mobilização que ocorrerá amanhã onde serão analisadas não só as propostas da prefeitura como os próximos passos que serão dadas pela categoria.

Veja audiovisual postado abaixo, onde Antonio José, presidente do SINDSEPMA explana melhor a situação e convoca para a paralisação se for necessário.

Não só para honrar os compromissos salarias para com os servidores públicos, mas para tudo que é de obrigação fazer o prefeito Cristino Gonçalves sempre alega crise e dificuldades financeiras deixadas por seus antecessores.

Que o País está em crise e que isso afeta a estados e município não é novidade, porém o mais importante de tudo o gestor de Araioses não faz que é prestar conta do que tem feito com o nosso dinheiro até agora.

Já poderia começar com os R$ 1.315.570,88 que ele encontrou já no primeiro dia de seu governo nas contas da prefeitura. Dinheiro esse oriundo do Fundo de Repatriação que não deu tempo do Manin Leal lançar mão dele.

Temos ainda muito do que falar sobre a falta de transparência do pior prefeito da história de Araioses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *