Sem a menor chance em 2018, grupo Sarney quer aplicar novo golpe

Jorge Vieira – Sem a menor chance de voltar ao comando do Estado, o grupo Sarney parece que vai investir todas as fichas para tentativa de judicialização do pleito que se aproxima e levar a decisão do processo para uma “turma amiga” do Tribunal Superior Eleitoral entregar novamente o Governo do Maranhão para a filha do oligarca José Sarney, dona da maior rejeição, segundo atestam os institutos de pesquisas.

Depois do que fizeram com o ex-governador Jackson Lago, em 2009, quando um marginal de toga chamado Eros Grau, a mando de Sarney, forjou argumentos para convencer a “corte amiga” do ex-presidente entregar de presente o Governo do Estado para Roseana, a turma da “casa grande” do Calhau pensa recorrer ao mesmo instrumento com Dino.

A preparação para o golpe já começou. Os blogs aliados e o porta voz oficial da oligarquia, o jornal “O Estado do Maranhão”, publicam diariamente fake news e recentemente o deputado Edilázio Júnior (PV), genro da polêmica desembargadora Nelma Sarney, apresentou um estapafúrdio pedido de impeachment do governador Flávio Dino, num puro lance de desespero.

Edilázio sabe perfeitamente que as chances da Assembleia Legislativa cassar o mandato do governador é zero, mas apresentou o pedido para que os veículos de comunicação do Sistema Mirante e seus satélites na blogosfera tentem passar para a população que o governador corre o risco de ser cassado na vã esperança de minar a imagem de Flávio Dino, visto pela população como sério, transparente e competente.

Só para se ter uma ideia do absurdo do pedido de Edilázio e que faz parte do jogo da oligarquia para levar o resultado da eleição para os tribunais, o deputado apresenta como argumento para solicitar o impeachment o caso do memorando feito por policiais ligados ao próprio grupo Sarney para “espionagem” de adversários.

Embora se prepare nos bastidores e crie factoide diariamente para tentar atingir o governador, o ex-senador José Sarney só está esquecendo de uma coisa: Flávio Dino conhece como ninguém os caminhos da justiça e jamais deixará de acompanhar passo a passo essa tentativa da oligarquia usar novamente os tribunais para dá mandato para Roseana.

A certeza de que não possui a menor condição de voltar a comandar o Estado através do voto leva o senhor José Sarney e sua turma a pensarem em repetir 2009, só que o momento é outro e o governador é juiz federal aposentado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *