Prefeito não paga salário de professores de Nível IV e ainda ameaça se esses fizerem manifestação

No ano que mal se inicia o caos continua sem solução e autoridades competentes assistem a tudo sem agir.

Pelo jeito, a crise que afeta o povo e os servidores de Araioses não parece preocupar o prefeito Cristino

O prefeito de Araioses, Cristino Gonçalves de Araújo já deveria estar – desde o ano passado – em dia com os salários de todos os servidores do município referente a 2017.

Porém, não é isso que está acontecendo e em Nota de Esclarecimento, mente quando alega que isso ocorre em função das dificuldades pelas quais passa o nosso e outros municípios.

Como tem sido prática de um governo turvo, os pagamentos dos servidores municipais tem saído na base do conta-gotas, onde uns são pagos e outros não, na mesma data.

Passaram todo o 2017 fazendo isso e repetem os métodos no ano que se inicia, quando pagaram uma pequena parte dos servidores antes do fim de 2017 e deixaram a parte maior para este ano. Ontem (10), os professores de Nível IV ficaram na mão, como diz o dito popular e não sabem o que fazer para saldar suas dívidas e compromissos, pois da parte da prefeitura só tomaram conhecimento dessa Nota de Esclarecimento, que nada esclarece, pelo contrário só traz indignação.

Ora, ontem foi dia da maior parcela do FUNDEB e mesmo assim o dinheiro não deu para pagar todos os salários de dezembro de 2017. Dia 20 a parcela é menor e vai para a Câmara de Vereadores. A nota mentirosa só alega dificuldades, mas não diz quando essa gente vai receber, o que era para já ter recebido desde o ano passado.

Desculpa de crise não cola senhor prefeito a não ser que o pessoal da contabilidade e finanças torne público o valor de todos os recursos que já entraram nas contas da Prefeitura de Araioses desde 1º de Janeiro de 2017, até a data de hoje e em que foram gastos toda essa dinheirama.

Quem recebeu tanto da parte de pessoas físicas como jurídicas, o que foi gasto com pagamento de servidores, com compra de materiais, com obras realizadas pelo município e outras despesas que muitos desconhecem.

Porém, importa dizer que essa situação caótica não é para todos os servidores de Araioses. Tem os privilegiados que vivem vida nababesca num verdadeiro contraste do que vive os verdadeiros donos do dinheiro.

Também importa dizer que para inúmeros assessores especiais, dezenas de advogados e sabe Deus quem mais de apadrinhados, escoam uma boa parte do dinheiro araiosense sem a devida justificativa desses gastos.

O tom da ameaça

O final da nota diz: “Correm boatos na cidade que há uma programação para acontecer uma manifestação na Prefeitura, vale ressaltar que todos tem direito de se manifestarem e que a Prefeitura tomará as medidas cabíveis caso a mesma ultrapasse os direitos resguardados da constituição civil, porque toda manifestação necessita ser de forma responsável. Para finalizar acreditamos que nenhuma manifestação poderá mudar a realidade na qual Araioses se encontra”.

Como pode ser visto na nota, há um claro sinal de ameaça de retaliação por parte da prefeitura e que não adianta os manifestantes estrebucharam, pois nada irá mudar.

Diante de tudo que vemos não há dúvidas de que o ano que mal começou será muitos difícil, não só para os servidores municipais, como também para todos os demais araiosenses.

A melhor atitude para um prefeito que por conta de sua omissão e incompetência está mais perdido do que um cego em meio a um tiroteio, seria a de renunciar.

Já passou da hora dos senhores vereadores e senhor representante do Ministério Público Estadual justificarem os salários que ganham pagos com dinheiro do povo.

2 ideias sobre “Prefeito não paga salário de professores de Nível IV e ainda ameaça se esses fizerem manifestação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*