Empresa vencedora dos leilões de energia no Maranhão apresenta empreendimento ao Governo

 

Reunião de representantes do Governo do Maranhão com membros da EDP, empresa que arrematou lotes para fornecimento de energia no Maranhão – Foto: Divulgação

O secretário adjunto de Minas e Energia, Francisco Fraga; o superintendente de Investimentos, Gustavo Lago; e a equipe de gestores da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) estiveram reunidos com representantes da EDP, empresa atuante na área de geração, distribuição e comercialização de energia elétrica. A EDP, presente em 12 estados do Brasil e em 14 países, arrematou cinco lotes nos leilões 13/2015 e 05/2016 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), incluindo dois lotes que estão, integralmente, no estado do Maranhão, os 7 e 11, além de um terceiro arrematado, que passa por municípios do estado.

A EDP apresentou durante o encontro o empreendimento que o Maranhão estará recebendo na área de energia elétrica. Foram investidos R$ 3,7 bilhões para a instalação de cerca de 300 km de linhas de transmissão e subestações, que atenderão a Região Metropolitana de São Luís, os Portos do Itaqui e Mearim, dentre outros municípios do estado. O empreendimento está em processo de licenciamento ambiental, iniciado em junho deste ano. A previsão é que a licença de instalação seja expedida em dezembro de 2018, e a de operação, em janeiro de 2021.

Os representantes da EDP registraram o interesse em trabalhar com o maior número de empresas locais possíveis, desde fornecedores até de prestação de mão de obra e serviços. A Seinc, por meio da Rodada de Negócios e do Programa Mais Produtivo, fornecerá à empresa o aporte necessário neste intuito.

“A gente espera uma boa parceria com o Governo do Estado. Faremos todos os esforços para cumprir o compromisso assumido com a Aneel para a implantação deste serviço de utilidade pública, no prazo, qualidade e custos planejados no projeto”, avaliou Eduardo Santarelli, gestor executivo de Meio Ambiente da EDP.

Para o secretário de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo, o empreendimento vem atender a demanda energética não só da população, mas também de grandes projetos que vão se instalar na região portuária do estado.

“As linhas de transmissão atenderão o Porto do Itaqui e o Porto Mearim, no Distrito de Bacabeira, com geração de emprego e renda para os maranhenses, o que é extremamente importante, aproveitar a mão de obra e fornecedores locais”, afirmou o secretário.

Linhas de Transmissão e Subestações que serão instaladas pela EDP no estado:

Lote 7

– Linha de Transmissão (LT) 500 KV São Luís II – São Luís IV ( atenderá a região do Porto do Itaqui) C1 e C2;

– Seccionamento na Subestação (SE) São Luís IV da LT 230 KV UTE Porto do Itaqui – São Luís II;

– SE 500/230/69 KV São Luís IV;

Lote 11

– LT 230 KV Coelho Neto – Chapadinha II, C1, C5;

– LT 230 KV Miranda II – Chapadinha II, C1, C5;

– SE 230/69/ 13,8 KV Chapadinha II.

Por Danielle Calvet de Viveiros

Fonte: Seinc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*